segunda-feira, 7 de dezembro de 2009

♪ GRAÇAS A DEUS SOU TRICOLOR...

...é o meu time de coração. Ele ganhando, ele perdendo, será prá sempre o campeão. ♪ Essa música é entoada por alguns amigos meus na arquibancada azul por outros motivos que não convém contar aqui. Rs. Mas para mim é uma forma de agradecer por ser São Paulina.

Ontem eu tive a certeza que, ganhando ou perdendo, como é bom torcer para o TRICOLOR. Como é bom ver o CAPITÃO marcar de novo. Como é bom estar na Libertadores 2010, mais um ano consecutivo. O título não veio. E para o time que tínhamos seria muito milagre ou incompetência dos outros se viesse.

Pouco mais de 30 mil pessoas viram o São Paulo fazer óbvio. Vencer o já rebaixado Sport, que só assustou a torcida uma vez, mas lá estava ele: Rogério Ceni. O gol do Grêmio agitou as arquibancadas, mas logo o Inter tratou de acabar de vez com o sonho são paulino. E o terceiro lugar caiu bem para um time que brigou até o final, perdeu 2 jogos na bola, coisas que acontecem no futebol, mas que por tudo o que passou no ano, depois de mais uma saída da Libertadores, a perda do técnico e todos os rumores de crise que passavam pelo Morumbi, foi uma vitória.

Washington finalmente desencantou. E que partida! Ajudou na marcação, correu o que pode e marcou 3 gols e o segundo bem bonito. Ouviu o pedido da torcida prá ficar. Prá mim, tá longe de ser um craque. Mas como já dissemos é grupo, é boa pessoa, é esforçado e eu acho que, dependendo das peças que vem prá 2010, ele deve ficar sim. Vai ajudar e muito na Libertadores. Não gostei quando veio, mas agora, volto atrás e quero que fique.

Hugo e Borges se despediram finalmente do São Paulo. Já foram tarde, principalmente seu Borges. Graças!

Renato Silva mais uma vez não foi bem. Apesar de achar que a falta que originou o 2o. cartão e, consequentemente, a expulsão foi culpa do Hugo que perdeu uma bola sozinho no meio campo, o Renato não é o zagueiro que o Tricolor merece. Prá compor banco, talvez, mas compromete demais. Com a vinda confirmada de Breno e a possível perda de André Dias, acredito que dá prá montar uma zaga melhor.

E o Capitão? Meu Deus! Prá esse eu dispenso comentários. Qualquer elogio é redundância. Podem falar o que quiserem, que é metido, que é arrogante, prá mim é tudo intriga. É São Paulino de coração, é profissional, não gosta de perder e honra a camisa que veste. É o meu Capitão e pronto.

Terminamos em terceiro. Se pensarmos em Libertadores, o grupo para o "Brasil 3" é um dos mais fáceis. Mas isso é comentário para outro post. Já que assumiremos o recorde de participação na competição que o São Paulino mais gosta.

O time ficou em campo no final do jogo, agradeceu a torcida e se despediu do Morumbi. Agora só ano que vem. Que venha 2010. Graças a Deus sou TRICOLOR !!!
Saudações Tricolores !!!

Por Tânia Barbato

2 comentários:

Roberto disse...

Dona Tânia....

Acima de tudo ontem o jogo foi emocionante.
Não pelo resultado obtido (4x0) ou pela vaga na libertadores, mas sim porque a grande parcela de torcedores apoiou o time o jogo todo, mesmo sabendo que as combinações de resultados não favoreceriam o Tricolor Paulista na conquista do título.
Ontem ficou claro que os torcedores entenderam, respeitaram e acima de tudo reconheceram que o São Paulo é o SOBERANO !!!
Cobranças sempre devem existir, mas o reconhecimento de um trabalho de anos é mais motivador do que a conquista de um título.
E no gramado pode ter certeza que ontem os jogadores sentiram isso !!! Foi de Arrepiar...!!!
Boas energias para 2010...!!
Beijos e abraços,

Robertinho !!!!

Lugar de mulher é no estádio disse...

Só um comentário que faltou no post. E se faz necessário. Dagol jogou um partidão também. O STJD atrapalhou, e muito, quando o tirou dos jogos contra Botafogo e Goiás. Ele fez falta. E fará mais ainda se realmente se confirmar sua saída!
beijo beijo beijo