quinta-feira, 13 de dezembro de 2012

COMO EU TE AMO, TRICOLOR!

Voltamos ao nosso lugar. Foram só 4 anos. Pouco tempo, mas para os TRICOLORES, um eternidade. Somos CAMPEÕES. Invictos, título inédito, na vontade, na pegada, do jeito que tem que ser. Com todos os ingredientes necessários.

Nem vou entrar no mérito da partida, porque o que o Tigre fez é pequeno demais prá se debater. O dia 12/12/12 ficará marcado como o dia em que os argentinos correram prá gente.

O post de hoje é de agradecimentos...

Obrigada ao amigo Robertinho, que me levou há anos atrás pela primeira vez no estádio. Vimos tantas e boas no Morumbi e agora mais uma final juntos. Obrigada aos amigos mais antigos que fiz no estádio Luis, Peu, Bonatto, Dani, Helena, Mumu, Thiagão, Edu, Rey, irmãos TRICOLORES. Obrigada aos amigos mais recentes, que só o São Paulo poderia me trazer, Jaime, João, Rogério, Gilson, Bula, Adri, Mafê, Tata, Carlão e Zé Carlos. Obrigada a Helen e o Kauê, que me aguentaram desesperada comprando ingressos prá essa final. Obrigada ao Fernando por deixar o jogo mais calmo prá mim, com a quantidade de coisas engraçadas que falou a noite toda.

Obrigada ao meu pai que nunca me levou a um jogo sequer do time dele e abriu portas pro meu coração ser TRICOLOR. Obrigada ao meu avozinho que me ensinou a ser São Paulina e que hoje, nos seus quase 92 anos está vendo o São Paulo campeão de novo. E ainda verá muito, se o Cara lá em cima permitir.

Obrigada a Rogério Ceni por nos encher de orgulho e fazer com que a gente enxergue cada dia mais um torcedor em campo. Só um cara muito humilde faria o que ele fez ontem de noite, cedendo seu direito de levantar a taça a um garoto de 20 anos. Obrigada Lucas pelo amor, dedicação e principalmente respeito com a camisa são paulina. Obrigada Ney Franco, que do seu jeito, colocou o time no caminho certo e tirou tudo de melhor de cada jogador. Obrigada Luis Fabiano, pela expulsão infantil na primeira partida, mas que o tirou dessa; com a confusão que os argentinos armaram ontem, seria pior se ele estivesse em campo. Rsrsrsrs...

Obrigada ao Osvaldo pela correria em todos os jogos. Obrigada Paulo Miranda por não abaixar a cabeça na hora que nós torcedores, o criticamos. Deu a volta por cima e mostrou que pode, e muito. Obrigada ao Wellington por ter voltado ao time a tempo de nos ajudar a ser campeões. Obrigada ao Denilson pela dedicação ao São Paulo. Dois monstros no meio-campo TRICOLOR. Obrigada ao Cortez pela humildade. Obrigada Ganso por acreditar no meu São Paulo e vir ser campeão aqui. Obrigada Jadson pelos passes precisos. Obrigada Tolói e Rhodolfo. Obrigada mesmo, de coração.

Obrigada JJ, mesmo com todos os seus defeitos e sua soberba, levou o São Paulo novamente a um título. É, sem dúvida, um presidente vitorioso (assim como foi um diretor vencedor ao lado de Marcelo Portugal Gouveia). Obrigada aos que não acreditaram e fizeram com o que time jogasse mais ainda para provar que estavam errados.


Só quem é são paulino sabe a honra que é torcer prá esse time. Um time novo, em relação aos adversários mais próximos, mas com muito mais títulos e conquistas do que muita gente por aí. Paixão e amor a um clube não se mede. Não se compara. É bobagem tentar avaliar quem ama e torce mais. E não estou nem um pouco preocupada com isso. Sou TRICOLOR na boa e na ruim. E ontem, eu, e muita gente que estava lá, merecia esse título.

Estamos de volta a Libertadores. A competição que mais gostamos, com a qual mais nos identificamos.

Não é o São Paulo que volta a disputar a Libertadores. É a Libertadores que volta a ser disputada pelo São Paulo!

É CAMPEÃO!

COMO EU TE AMO, TRICOLOR!!!


quinta-feira, 6 de dezembro de 2012

ELE TEM O DOM!

Luis Fabiano, definitivamente, tem o dom.
 
O dom de artilheiro, o dom do atacante trombador, o dom de crescer em clássicos e de fazer a festa da torcida, o dom de provocar a torcida adversária e de deixar a torcida são paulina em êxtase.
 
Mas, por outro lado, tem dons pro campo negativo também....
 
O dom de fazer a coisa errada na pior hora possivel, o dom de não saber se controlar, o dom de fazer a torcida esquecer tudo o que fez de bom no ano.
 
E eu me encaixo nessa torcida. Prá mim, não adianta EM NADA fazer gols em clássico se numa final de Sulamericana, numa disputa de um título que o São Paulo precisa demais, ele põe tudo a perder. O que tá em jogo não é só mais uma taça pro nosso salão, não é um simples título. É um renascimento pro TRICOLOR. É voltar pro topo, pro lugar de merecimento. E ontem, ele quase coloca tudo a perder. O que podia ser fácil, visto que o Tigre é um time inferior, se tornou um drama.
 
Ei, Fabuloso, quantos anos você tem? Que inocência é essa que acha que não seria provocado lá? Desde que o mundo é mundo, os argentinos fazem isso. E era óbvio que fariam com você. E na hora em que você precisa mostrar que não vai cair nessa, que vai responder na bola, que vai usar sua raiva de ser provocado prá marcar gols, o velho e bom Luis Fabiano aparece.
 
O mais incrível é que o lance nem foi com ele. Lucas depois do jogo, disse ainda no campo para o repórter da Fox, que nem entendia o que os caras falavam e que se preocupou em jogar bola. Em uma comparação simples, é só pegar a quantidade de vezes que esse menino apanhou nos jogos da semi-final. Fora e em casa. E como ele revidou? JOGANDO BOLA. Simples....um menino de pouco mais de 20 anos tem mostrado ao veterano como se faz...
 
E não me venham os moralistas de plantão dizer que estamos sendo ingratos, que comemoramos os gols que ele fez no ano porque isso é uma justificativa muito simples. Claro que eu comemorei, claro que eu sei da importância de LF pro time, claro que não quero que ele vá embora, mas até quando vamos ficar reféns de atitudes impensadas dele? Nada justifica, gente. Nada. Arrumar confusão aos 13 minutos do primeiro tempo, com o TRICOLOR mandando em campo? Dar um chute daquele na frente do juiz? Muito moleque....
 
Eu entendo também que a catimba dos argentinos deve tirar o jogador do eixo. Não deve ser fácil. Mas Fabuloso, você precisa aprender a se controlar. E se for prá bater, prá revidar as porradas, que faça (Lugano que o diga, como fazia). Mas seja inteligente, faça sem alardes, na hora certa, prá mostrar que tá ligado. E, sempre (eu disse sempre) priorize o futebol. Responda com gols, faça a festa na cara deles. Quer coisa mais provocativa do que isso?



quinta-feira, 8 de novembro de 2012

NÃO PAGAMOS INGRESSO. PAGAMOS COUVERT ARTÍSTICO.

Imagens sempre falam mais que qualquer palavra, já dizia o ditado. E ontem o Pacaembu comprovou isso.

Número 1.


Número 2.

Número 3.

Número 4.

Número 5.

Porque quando a gente manda no Pacaembu, é assim. Só ganhamos de 5.

(Fotos: Rubens Chiri / Site oficial)


sexta-feira, 19 de outubro de 2012

ONDE ESTAVA ESSE SÃO PAULO?

A pergunta que eu me faço é: Onde estava esse São Paulo antes? Onde esse time estava escondido? Será que foi mesmo uma mudança de postura e tática sugerida por Ney Franco ou os jogadores faziam corpo mole mesmo? Bom, na dúvida, dou sempre a chance pro lado bom das pessoas. Prefiro acreditar que Ney deu padrão de jogo ao time e está sabendo tirar o melhor de cada atleta.

Estou realmente empolgada. Como disse nosso CAPITÃO no Bem, Amigos!, estamos felizes de ver o São Paulo jogando e se comportando como São Paulo. E o que ele disse também, sobre o clima de trabalho e de convívio, é nítido nas últimas partidas. O time joga coeso, ajudando um ao outro. Nos gols de Denilson, semana passada, e de Paulo Miranda, ontem, deu prá ver o time todo indo comprimentar. Eram dois jogadores questionados e deviam estar tensos por fazer um gol. O resto do grupo apoia. O clima não poderia estar melhor. Isso é lindo de se ver! 

Foto: Gaspar Nóbrega / VIPCOMM
E essa boa fase de Osvaldo? E Lucas com vontade mesmo vendido? E Luis Fabiano fazendo o seu em quase todo jogo? E Rogério Ceni pegando tudo? E os volantes marcando muito? Que saudades eu estava desse São Paulo.

Ainda faltam 6 rodadas. Muita coisa ainda tem prá acontecer e a gente sabe que ainda não é certa a posição do TRICOLOR na tabela. Mas que o time tem ajudado a torcida a acreditar isso tem. 

O G4 já é nosso. Agora, meu TRICOLOR vai buscar o Grêmio. E olha que dá, hein!?


quinta-feira, 11 de outubro de 2012

O CARA, O M1TO, O TRICOLOR!

A máxima do futebol de que "um time se faz com 11 jogadores" nunca foi tão perfeita como no jogo de ontem, em São Januário.

Quanto um time vence como venceu ontem, fica na mente do torcedor o golaço de Osvaldo e o oportunismo e a vontade de Luis Fabiano. Ambos são importantíssimos em campo, claro. Assim como Cortez foi ontem; assim como Wellington, Denilson, Jadson, Paulo Miranda, Rhodolfo, Tolói, e Douglas. Jogaram como um time. O ataque ajudando a marcar, a defesa ajudando a atacar. Juninho Pernambucano não viu a bola, de tanta marcação. O time do Vasco saiu de campo cansado, no sacrifício e com a derrota.

Houve, porém, uma peça fundamental para a vitória de ontem. Quando o Vasco parecia que ia ressurgir, quando parecia que assustaria o TRICOLOR, eis que surge o M1TO. Aquele que muitos dizem que tem que parar. Que chamam de velho ou ultrapassado. Aquele que a imprensa tá louca para que se aposente. Que chamam de chato, perfeccionista. E querem saber, meus amigos, ele pode ser o que ele quiser. 

Foto: AE (Ralf Santos)

O que Rogério Ceni pegou ontem no gol foi sacanagem. Nas mínimas vezes que o Vasco chegou ao gol do São Paulo, o Capitão pegou tudo e mais um pouco. Até Juninho Pernambucano o parabenizou em campo. Em um único lance fez três defesas "cenisacionais".

Me desculpem a montagem da palavra. Mas o orgulho de ter esse cara me representando em campo é enorme. Chego a ficar emocionada. E entendo a inveja alheia. Só nós temos Rogério Ceni.

Vamos prá cima, TRICOLOR. A vaga tá pertinho agora. A vitória de ontem teve a cara do São Paulo que eu tanto amo!


terça-feira, 25 de setembro de 2012

PAULO NO NOME, SÃO PAULO NO PEITO!

Finalmente ELE CHEGOU.

Com toda a pompa que merece. Com o Morumbi cheio, fazendo a festa e recepcionado o Maestro.
 
 
 
Bem-vindo, Ganso. Que você tenha muito sucesso no TRICOLOR. Que possa nos ajudar a conquistar muitas vitórias, muitos títulos e que seja parte de uma família apaixonada. Sabemos que você pediu para estar entre nós e é disso que nosso São Paulo precisa: de jogadores com vontade de vestir a nossa camisa....
 
E que essa seja a primeira de muitas contratações que virão. A torcida apoia e sabe que a vaga na Libertadores pode abrir as portas para outros atletas chegarem. Estamos todos juntos! Que venham as glórias!



quinta-feira, 13 de setembro de 2012

FASE RUIM + PÉSSIMA ARBITRAGEM

Quanto uma arbitragem pode atrapalhar um jogo, não é mesmo!?

Não vou fazer escândalo ou fazer um drama por conta do erro do juiz. Eles erram para todos os times, prejudicam cada hora um e não há necessidade de ser hipócrita e se fazer de coitado. Mas que o erro é crucial de vez em quando, isso é!
Ontem eu já imaginava que seria um jogo complicado. O Atlético-MG é o vice líder, jogando redondinho e precisava também da vitória.
 
A marcação do São Paulo foi dura. Casemiro deu raça, marcou muito. Wellintgon foi guerreiro demais e até Douglas anulou Bernard até quando pode. E aí, o juiz interfere na partida - que já não estava fácil pro nosso lado -, não expulsa Ronaldinho Gaúcho, num lance em que ele merecia sair, e na sequência aplica o cartão vermelho a Douglas, injustamente.
 
A partir de então, o que ia ser um jogo difícil, ficou dramático. E ainda assim, o TRICOLOR se defendeu como pode, contra um time muito bom ofensivamente. E, infelizmente, em um vacilo, levou o gol.
 
Que me desculpem o desabafo, mas o torcedor babaca que critica o CAPITÃO e o culpa pela derrota é de dar nojo. Depois de tudo o que ele defendeu no restante da partida - e na vida dele no São Paulo - tem que ser muito chato para creditar a derrota na conta do Rogério.
 
Tem torcedor são paulino que não merece as glórias que o time já nos deu. E na hora dos louros, quando o TRICOLOR voltar a levar títulos, deveria ser proibido de entrar no Morubi, proibido de gritar o nome do Capitão.
 
Que saco essa gente. Que preguiça. Que chatice.
 
A gente sabe que há motivos para crítica. Que a lateral direita, por exemplo, é um problema ainda, que Cortez caiu muito de rendimento, que Jadson oscila demais e que somos muito dependentes de Lucas e Luis Fabiano. Mas a crítica tem que ter um limite, gente! Pelo amor de Deus!
 
Além da babaquice de falar mal do Rogério, tenho lido alguns "torcedores" pedir a cabeça de Ney Franco, falar que Lucas se esconde, chamar Luis Fabiano de pipoqueiro...tudo errado!. O foco da crítica, a maneira como é feita, tá errado.
 
Não adianta vir com protestos de "fora JJ". Ele também não vai sair agora. E quer saber, ele não entra em campo. Precisamos cobrar coletividade. Que os atletas joguem como time e menos individualmente. Falta coesão. Em 2005 era o forte e olha onde fomos....
 
Ainda acredito neste time para a Libertadores 2013. E além de ficar muito feliz se tudo der certo, vou ter um prazer inenarrável de ver a cara dos cornetas que parecem que torcem contra, só para ter o que reclamar!
 
 

segunda-feira, 10 de setembro de 2012

Aos trancos e barrancos, vamos pra cima deles!

Olá, gloriosa nação alvinegra! Peço perdão pela minha ausência aqui no blog. Tive que me dedicar de forma mais intensa ao meu trabalho, mas não deixei de acompanhar o nosso PEIXE!

Como descrever o que o coração santista está sentindo nesse momento? 

Amor, frustração, decepção, ansiedade, raiva... e alguns sentimentos mais! 

O amor pelo Santos Futebol Clube, sempre inabalável e indiscutível. 

Frustração por ver um time tão bom quanto o nosso, não chegar a lugar nenhum nesse campeonato por causa dos constantes desfalques sofridos por inúmeros fatores. 

Decepção por ter que admitir que o Santos provavelmente não estará disputando a Libertadores de 2013. Confesso que não consigo engolir isso, ainda mais com um time desses. 

Ansiedade por não saber quando começará a recuperação do Santos. Uma coisa é admitir que o Santos não conseguirá chegar ao G4. Outra coisa é aceitar um futebol medíocre e correr algum risco em relação a rebaixamento e isso o torcedor não quer ver de forma alguma!

Raiva por dois motivos. Um deles é a novela do caso Ganso, que já está mais absurda que as novelas da TV brasileira. Ninguém sabe o que acontece de fato. O Santos diz que o Ganso não aceitou as propostas feitas, ele diz que não negaria tais valores. Ele não volta a jogar bola e quer ganhar mais. Como confiar nesse jogador? Eu não sei mais. Se ele "desse a cara a tapa" e dissesse que quer continuar no Santos, eu seria a primeira a querer que o PEIXE apoiasse. Mas... como ele não fala, quero mesmo é que o Santos consiga logo um camisa 10 decente, pois esse time não tem mais como deixar tudo nas costas do Neymar.

O outro motivo da raiva é pelo papelão que a torcida paulista fez no último jogo da seleção brasileira. Senti vergonha por ser paulistana. O que a torcida fez não tem a ver com exigência, tem a ver com falta de educação e com baixaria. Nenhuma torcida de nenhum país no mundo vaia o próprio time, sua própria seleção, por pior que ela esteja. Os xingamentos direcionados ao Neymar, um dos melhores jogadores de futebol do MUNDO, foram o cúmulo do absurdo. As pessoas gastaram o dinheiro delas para vaiar o jogador que é a estrela maior dessa seleção. Um atleta que não é mascarado, que nunca foge da raia, que não merece isso e que joga mais do que qualquer outro em atividade nesse país! Se você foi ao estádio e xingou o Neymar ou vaiou a seleção, pare e pense: o que você faz de bom para representar nosso país?

Não dá pra dizer que o Santos jogou mal contra o São Paulo ontem. Erramos muito, não temos um jogador que crie as jogadas para os atacantes, mas tivemos alguns bons momentos e infelizmente, o gol não saiu. E, é muito fácil dizer que o Santos não ganha sem o Neymar, mas sem um bom camisa 10, nosso único jogador com criatividade é o Ney, não tem outro jeito!

Quarta feira teremos um novo clássico, dessa vez contra o Flamengo e com a provável volta de Neymar e Arouca. Vamos pra cima deles, sempre!

Falando em Arouca, vamos esperar que o nosso volante jogue um pouco mais hoje no jogo da seleção e não seja convocado somente para fazer número. Ele merece!

VAI PRA CIMA DELES, SANTOS!!!






sexta-feira, 31 de agosto de 2012

QUE SEMANA !

Foto: Rubens Chiri / Site oficial
Senhoras e senhores TRICOLORES, que semana, hein! Fazia tempo que não via uma fase tão boa e uma semana tão produtiva e vitoriosa pro meu São Paulo e para nós torcedores.
 
A festa começou no domingo, com a vitória sobre o Corinthians. Vitória justa, com garra, com vontade, com perseverança, com a estrela de Luis Fabiano. O Cara. O monstro. O 9 matador. Quando tudo parecia perdido, quando eles pressionavam e o cenário estava todo montado para outros gols contra nós, eis que o destino, a sorte e a competência juntas fizeram a diferença. 2x1, no Pacaembu que ficou quieto! Como eu te amo TRICOLOR!
 
Na terça foi a vez de nos reunirmos para assistir a Soberano 2. Dominamos o cinema e foi bom demais poder rever Mineiro, Amoroso, Aloisio e principalmente Lugano....Foi lindo poder ver os detalhes do TRI MUNDIAL, da viagem, dos jogos, da concentração, entrevistas com MAC, cenas de Marcelo Portugal Gouveia e, principalmente, foi gratificante demais ver Rogério emocionado falando da conquista e do amor pelo nosso São Paulo. Que noite!
 
 
 
E prá completar a semana perfeita ontem foi dia de ver uma goleada, 4x0 no Botafogo, com gols de Luis Fabiano, Lucas, Osvaldo e Cícero. Dia de ver a volta de Wellington, dia de ver Seedorf pequeno diante da apresentação TRICOLOR. Noite de gala.
 
Encostamos no G4. Estamos crescendo na hora certa. Ainda há muito pela frente, título é uma coisa complicada de se esperar no Brasileirão, tudo pode acontecer. Mas se o futebol voltar, mesmo, já é o que queremos. Em breve ficaremos sem Lucas no jogo contra o Santos. Uma pena, já que o entrosamento dele com Jadson e Fabuloso tá lindo de se ver. Infelizmente, os compromissos da seleção são obrigações.
 
Prá terminar, uma foto de uma das coleções mais lindas que o SPFC lançou ultimamente. Uma homenagem aos uruguaios que tanto nos deram títulos, vitórias e que se dedicaram ao TRICOLOR de coração. Lugano, Forlàn, Dario Pereyra e Pedro Rocha. Lindas....
 
 
 
A do Lugano já é minha!
 
Vamos São Paulo! Como é bom vê-lo brigador novamente!
 
 
 
 
 
 

terça-feira, 31 de julho de 2012

SOBERANO 2

A gente já foi lá três vezes. E voltamos com a taça na mãos em todas as oportunidades.

Em 92 e 93 eu era nova, apesar de já ser apaixonada pelo São Paulo.

Em 2005 eu vivi tudo por inteiro. Vivi a final da Libertadores. Vivi toda a expectativa da ida ao Japão pro Mundial. Vivi o dia com intensidade. Na verdade, um dia antes já estava reunida só com TRICOLORES para um churraco pré-jogo.

Lembro cada detalhe daquele dia 18 de dezembro.

E agora vou viver novamente a emoção de ganhar aquele mundial. Uma ótima oportunidade de rever Lugano, de saber os detalhes da conquista, de ver Rogério Ceni confirmando o apelido de M1TO, de ver a cara do Gerrad no final do jogo, de ouvir os campeões darem entrevista sobre o que se passou na cabeça deles aquele dia.
 


O trailer tá lindo demais!
Dia 24 de agosto nos cinemas! Lá estarei....

segunda-feira, 30 de julho de 2012

O CARA está de volta!

E não é que domingo foi O dia mesmo!?!?!

Fotos preleção SPFC x Flamengo (Crédito: Rubens Chiri / Site oficial)

Domingo de sol. Morumbi com mais e 30 mil pessoas. Casa cheia para ver o CAPITÃO, claro. Hells Bells toca bem alto no alto-falante. Time entra em campo. Rogério primeiro, cheio de crianças em volta. Cumprimenta a torcida. Ouve seu tradicional grito. Abraça Denis, como se simbolizasse um "passe de cargo". O jogo começa. Rogério instrui a zaga, chama a atenção dos jogadores. Grita. Esbraveja. Posiciona cada um deles. E parabeniza por boas jogadas também.

Intervalo. O Capitão anda o campo todo, até o túnel do vestiário abraçado com Rodrigo Caio. O menino não fez um bom primeiro tempo, improvisado na lateral. Errou passe demais. Rogério fala calmamente com o menino, gesticula, dá tapinhas na cabeça do garoto.

Volta do jogo. Leva um gol e permanece tranquilo. A zaga está bem melhor, não perde bolas no alto. Tira todas que pode. Jogo sem tomar gols de cabeça, que novidade!

Final de jogo. Rogério chama o time pro meio do campo. Abraça e cumprimenta um por um. Faz o time dar as mãos e agradece. Chama a torcida de volta pro lado do time. É o cara!

Sai abraçado com Denis. Seu pupilo que deu o seu melhor.
É rodeado pela imprensa na boca do túnel. Diz simplesmente que o time precisava da vitória, que há muito o que melhorar, mas que o time tinha que sair exausto como saiu, por se doar ao jogo.
Resultado final: 4x1 contra o Flamengo. Ainda é cedo, mas algo me diz que estamos de volta ao jogo.
O CARA está de volta!

sexta-feira, 27 de julho de 2012

DOMINGO É O DIA!

Foto retirada da internet
Obrigada, seja lá quem for que eu tenha que agradecer, pela volta do nosso CAPITÃO. O momento é tenso e crítico pro São Paulo e a gente precisava de uma boa notícia.

Domingo é dia de chegar cedo, conversar com os amigos, tomar umas antes de entrar no Morumbi. Dia de fazer o velho caminho para a arquibancada azul. Coisas que fazemos sempre, na boa e na ruim, em todos os jogos.

Mas domingo será um dia diferente. Será um dia para ouvir Hells Bells bem alto (um pedido do Capitão). Dia de se emocionar de ver a camisa 01 de volta a campo. Dia de ter esperanças em um São Paulo mais aguerrido, com mais vontade e força. Porque é assim que ele entra em campo.

Domingo é dia de cantar o nome de Rogério Ceni a plenos pulmões. Dia de lembrar que ainda temos em campo um apaixonado pela camisa TRICOLOR. Dia de ver o cara que tem mais de 1000 jogos na carreira e mais de 100 gols no currículo. E qual outro torcedor tem esse prazer?

Que o time entenda esse momento e possa retribuir jogando bola.

E, claro, um muito obrigada ao Denis por esses 6 meses. Não é fácil substituir o M1TO, não é fácil entrar - do nada - no time titular do São Paulo depois de Rogério Ceni. Ele representou, honrou a camisa, fez seu melhor e merece nosso respeito. Obrigada!

DOMINGO É O DIA!


quinta-feira, 26 de julho de 2012

QUE FASE!

Quando William José furou - grotescamente - o que seria o primeiro chute a gol do São Paulo na partida, eu já imaginei o que teriamos pela frente. E não errei: um show de horror. E quando o Atlético-GO abriu 3x0 ainda no primeiro tempo? Motivo para desligar a TV, né!? Não. Insisti. E vi o TRICOLOR marcar o primeiro com Ademilson. Agora vai? Claro que não. O São Paulo ainda teve a capacidade de tomar o 4o. gol, em mais um apagão da defesa. Tudo isso no primeiro tempo.

Aí foi demais. Mudei o canal. Nunca saio antes do estádio, nunca deixo de assistir a um jogo, mas ontem não tive mais estômago. Não vi mais nada, não me interessei nem em saber como terminaria aquela partida. Um time que toma 4 gols horrorosos no primeiro tempo do lanterna do campeonato, não merece minha audiência.

Triste. Muito triste!

Por muito tempo pedimos os 352. E lá está ele, há 2 jogos implantado. De que adiantou? Alguém, qualquer um, qualquer zagueiro pode, por favor, subir para tirar a bola do ataque adversário? É muito difícil fazer isso?

Não vi o segundo tempo. E mesmo que tivesse visto, não me interessa saber se jogou melhor, se Tolói fez um gol bonito, se o coitado do Ademilson, que acabou de subir, jogou bem. O saldo da noite foi negativo. E eu me pergunto. Como arrumar tudo isso? JJ indo embora? Não acho que seja assim tão simples. O rastro de coisa ruim que ainda vai ficar é para atrapalhar o time por uns bons anos.

Não dá nem prá fazer uma análise individual, culpar alguém especificamente. Não dá nem prá culpar o coitado do técnico que tá lá só prá cumprir tabela, pois quem manda nesse time é JJ, a gente sabe disso.

E o resto do campeonato será assim. Um ganha, um perde, outro empata, ganha duas, perde duas e por aí vai. Não vamos cair, mas não vamos a mais lugar nenhum. Seremos o time mediano.

Tenho horror ao time que o São Paulo se tornou. Tenho horror a soberba que se instalou no clube. Soberania se conquista, não se herda, Juvenal! E existe uma grande diferença entre ser soberano e ser soberbo. Não somos mais soberanos há tempos. E a soberba transborda os muros do CT, de Cotia e do Morumbi. Que fase!

quinta-feira, 19 de julho de 2012

ATÉ QUANDO?

Por onde começar a falar? Quem culpar? Quem defender? Que soluções dar? Ir aos jogos? Não prestigiar o time? Sério....não sei mais o que pensar!

O time tem se comportado de uma maneira tão apática, que não sei nem por onde começar a crítica. Com exceção de Denis - que se comporta cada vez mais como Rogério se comportaria em campo, defendendo o que pode e fazendo seu trabalho -, as críticas são gerais.

Antes de mais nada, e eu sei que esse comentário vai me gerar críticas, mas não sou a favor de ficar defendendo Luis Fabiano e gritando o nome dele sem freio. Sei que ontem a torcida em geral respondeu à organizada, que o chamou novamente de pipoqueiro. Mas não se pode tirar a responsabilidade do Fabuloso nessa bagunça que está o São Paulo. Ele é tão culpado quanto os outros 10 titulares, os reservas, a diretoria e todo o corpo técnico do time. Fora que é o mesmo Luis Fabiano que deixou a gente na mão, na semifinal do Paulista, contra o Santos, depois de ser expulso por uma falta RIDÍCULA quando já ganhavamos o jogo. E é o mesmo Luis Fabiano que começou o Brasileirão cheio de cartões, com expulsão por reclamação, e ajudou a desestabilizar ainda mais o time.

Agora fica dando declaração que vai rever sua permanência no São Paulo, que tem propostas de fora. Ah, faça-me o favor, né! Se não tá preparado para cobranças, não fique mesmo. O TRICOLOR passa por um momento muito difícil, claro que por culpa maior das medidas absurdas da diretoria, e precisa de gente que queira ficar, que queira ir adiante, que queira reverter essa fase. Dar declaração ameaçando sair não vai resolver.

Não estou discutindo aqui a capacidade de Luis Fabiano. Sei que ele é bom e que estaríamos muito pior sem ele. Sei que ele pode fazer a diferença lá na frente. E torço muito por isso, não quero que ele saia de jeito nenhum. Mas não podemos tirar a responsabilidade dele diante do problema que estamos vivendo. Gritar o nome dele pode soar como um: "estamos eximindo o cara da crise". E não é bem assim que deve ser....

Voltando ao restante do elenco....
Ok, sabemos que a diretoria errou muito nos últimos anos, que contratou várias vezes de forma equivocada, que demitiu gente importante da comissão técnica, mas JJ e Adalberto não entram em campo, gente!

Pelo amor de Deus, a postura que vemos dos jogadores em campo é nojenta. Não correm, não se dedicam, não buscam jogo. Não ajudam o companheiro. Por várias vezes você vê jogador isolado na linha lateral, com dois marcadores em cima e ninguém encosta prá ajudar. Ninguém!

O time é ruim? Com exceção de uma ou duas peças, acho que não. Porque Sr. Casemiro jogou muito contra o Atlético-MG, anulando Ronaldinho Gaúcho, e nos jogos seguintes aparece trotando em campo? Porque Sr. Ney Franco, que chegou dizendo que daria plano tático ao time, não mantém 3 zagueiros como fez Milton Cruz e deu certo? Porque Sr. Rodrigo Caio, quando tem a chance de ser titular age como moleque e põe a mão na bola de maneira patética num jogo em que o Vasco dominava a partida? Porque Sr. Luis Fabiano não se preocupa menos com a torcida e com a imprensa e age como um líder? E não falo de ser líder minutos antes de entrar em campo, quando fala aquela meia dúzia de abobrinha que todo time fala. To falando de ter postura de líder, cobrar, dar seu máximo, honrar a faixa de capitão que está usando.

Olha, gente, tá bem difícil. A gente sabe que os ciclos se renovam, que um clube muito vitorioso numa época - como foi de 2005 a 2008 - tende a cair mesmo, porque é complicado manter jogadores e manter o padrão alto. A gente sabe que não é sempre que se ganha e todos têm sua vez. Mas do jeito que está, temo pelo pior.

Eu faço minha parte. Porque ser torcedor não é só estar lá quando ganha, como é a maioria. Estava ontem no Morumbi e vou quantas vezes achar que devo para torcer e cobrar. Mas não acredito que nos ouçam lá em cima. JJ não vai pedir prá sair porque ouviu a torcida pedindo por isso ontem. Nem vai contratar Lugano ou qualquer outro craque porque eu, ou outro torcedor, achamos que precisa.

(aliás, um parenteses aqui. Eu queria muito Lugano de volta, mas se eu fosse ele, agora, nessa situação do São Paulo, não voltava nem pelo maior salário do mundo).

Os anos de soberania um dia voltam. A gente sabe disso. Tudo na vida é um ciclo de perde e ganha. O amor pelo time não diminui por causa disso. Mas precisa ser desse jeito? Precisa ser de forma vergonhosa.

Até quando!?

segunda-feira, 16 de julho de 2012

AMIGOS, A AMÉRICA É NOSSA!


Demorei, eu sei. Meus dias mais corridos como nunca e mal consigo vir até aqui para atualizar os jogos, as noticias, comentários e tudo que envolva o NOSSO CORINTHIANS. Mas continuo acompanhando tudo e lógico que não podia deixar esse grande capítulo da Nossa Gloriosa História passar batido aqui.
Depois de anos ouvindo piadinhas dos rivais, depois de anos buscando por um dos poucos títulos que não tínhamos, chegou o nosso dia, chegou a nossa vez. A AMÉRICA É NOSSA.
Enfim Alvinegros, soltamos o grito CAMPEÃO DA LIBERTADORES DA AMÉRICA!
E para ninguém botar defeito, CAMPEÕES INVICTOS!
Dia 04 de Julho de 2012 entrou para a história. Quarta-Feira, com quase 40.000 Fiéis Alvinegros lotaram o Pacaembu e um infinito deles fora do estádio, vimos Nosso Timão derrotar o Boca Juniors, depois de deixarmos para trás Vasco da Gama, o tão falado time do Santos e a última vítima foi o tradicional time argentino. Consagramos-nos Campeões!
Com uma campanha impecável, INVICTO como já citei, conquistamos a América. Um sonho que esperávamos realizar há anos, uma ânsia de poder apagar tristes lembranças de derrota como contra o River, eliminação na Pré-Libertadores contra o Tolima, enfim, nessa noite TUDO se transformou em realização, em felicidade, em grito, na emoção que veio do fundo do coração, nas minhas e nas lágrimas que vi ao final de cada jogo, a cada história FANTÁSTICA dos Amigos que puderam acompanhar Nosso Corinthians fora de São Paulo e fora do Brasil, algumas vezes até sem ingresso, a cada jogo no estádio, no meu caso maioria no Tobogã, em cada sofá e em cada mandinga de torcedor (que FUNCIONA), né Rafael Volcof, rs, sentíamos que a nossa hora estava para chegar. A hora era essa!
INESQUECÍVEL! Momentos que para sempre marcarão minha vida e a vida de todo Torcedor Corinthiano.
Cássio, chegou para HONRAR NOSSA CAMISA 1, Júlio César e Danilo acompanharam. Leandro Castan, GIGANTE na zaga junto com Chicão. Paulo André, Marquinhos e Wallace serão lembrados também. Alessandro e Fábio Santos EFICIENTES e Welder quando chamado. Ralf, que trata da melhor maneira possível a minha querida camisa 5 fez dupla PERFEITA no meio campo com Paulinho, PURO TALENTO. Edenílson ajudou até onde conseguiu.  Ramirez, LiédSHOW, sempre IMPORTANTE, Danilo SEMPRE FUNDAMENTAL. Romarinho chegou e mostrou o DIFERENCIAL. Emerson, o que dizer do Sheik? A RAÇA, a imagem do que É SER CORINTHIANS! Jorge Henrique, nosso motorzinho ESSENCIAL. Douglas, William, Alex completam o elenco de vencedores. E Nosso comandante Tite, tão criticado muitas vezes, mas tão decisivo e tão decidido FEZ A DIFERENÇA! Guerreiros que entraram para História como os primeiros Campeões da Libertadores da América e que eu tive o orgulho de ver e ver de perto. Obrigada Guerreiros!
Não adianta, nem todas essas palavras vão conseguir explicar tudo o que senti. Palavras sempre vão faltar. Há quem não entenda nossas idas aos estádios toda semana, há quem não acredite nessa paixão, há quem critique tanta devoção. Não os culpo, pois quem perde são somente eles. Ser Corinthians é fascinante, é BOM DEMAIS!
PARABÉNS a quem começou essa trajetória, por quem sempre acreditou nessa conquista e trabalhou desde o início por isso. Aos Jogadores que honraram NOSSO MANTO ALVINEGRO, conquistaram um título que o Corinthians merecia há anos e conquistaram com louvor! Obrigada por nos proporcionarem essa emoção linda. A Fiel Torcida que a cada jogo me dá mais orgulho em fazer parte! Aos Amigos que fizeram história comigo, como Michele (Fiel companheira) e Márcio companheiros de Tobogã. Ao casal AMOOOO Prisc, Lê e os meninos do Churrasco por TUDO! Origada a Dete, Talitha e Michele, parceiras e Fiéis Mosqueteiras dos jogos fora, que a cada Quarta-Feira faziamos de nossas casas, o lugar da sorte! Aqueles que fizeram história por mim, a Rô em especial, que só de me contar os detalhes da sua aventura (sem ingresso até as 18h) me fez chorar e me fez viver um pouquinho junto com ela. Obrigada por compartilhar esse amor maior que fica difícil até de descrever! Fizemos parte da história do Timão!






Para vocês segue vídeo da Rô! Vídeo de momentos LINDOS de Corinthians, momentos que como eu disse, ela passou por ela e por mim também... ela a pedidos, levou meu coração para Buenos Aires, rs! Pequena que conheci pelo Twitter e hoje em dia por conta do Corinthians se tornou uma das minhas melhores Amigas. Divide e entende como ninguém essa paixão em Branco e Preto!
Sem esquecer também, um agradecimento aos meus chefes que me liberaram do trabalho para o último jogo, eu não existiria sem estar no Pacaembu aquela noite, OBRIGADA! E enfim e não menos importante, obrigada a quem me fez CORINTHIANS! Pai, Mãe, Irmão e Vô Luiz, que por onde ele esteja tem parcela grande nisso tudo. Obrigada por me apresentarem o CLUBE MAIS BRASILEIRO!
E lógico, OBRIGADA AO CORINTHIANS! OBRIGADA POR EXISTIR! CORINTHIANS É MINHA VIDA, É MINHA HISTÓRIA, É MEU AMOR!
Já tinha esquecido, mas um agradecimento também aos meus rivais queridos. Agradeço pela dedicação. Agora lamento, as piadas acabaram.  
Afinal Amigos ISSO É O CAMPEÃO DOS CAMPEÕES! ISSO É CORINTHIANS! Estamos mais impossíveis do que nunca! E eu estou chata demaaaissss!
O NOSSO “VAI CORINTHIANS” nunca fez tanto sentido!  

VAAAAAAAAAAAAAAAAAIIII CORINTHIANSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSS!

domingo, 17 de junho de 2012

HÁ 20 ANOS....

Tenho uma dívida e um agradecimento a cada um que está nesta foto. Graças a eles me tornei SÃO PAULINA. Vendo Raí, Pintado, Cafu, Muller, Zetti e cia jogando e mestre Telê comandando, eu aprendi a amar o TRICOLOR.

Foto: Rubens Chiri / Site oficial SPFC
Temos 3 plaquinhas coladas nesta taça. TRÊS LIBERTADORES! E tudo começou com eles, há 20 anos!

OBRIGADA!


sexta-feira, 15 de junho de 2012

OBRIGADA, LUCAS !

Sério mesmo! Por que precisa ser tão tenso? Por que precisa ser tão nervoso? A hora do gol do TRICOLOR ontem, no Morumbi, aos 43 minutos do segundo tempo, foi uma descarga de adrenalina tão grande que eu não sei dimensionar o que senti. E agora quando eu vejo o lance do gol e a torcida gritando me dá vontade de chorar.

Analisando o jogo friamente, o São Paulo não jogou nem um décimo do que é preciso para vencer um jogo. Casemiro e Denilson são os volantes mais perdidos que existe no mundo. Não marcaram nada e nem ninguém. Ruim demais. Seu Luis Fabiano está me inervando de uma maneira que não sei explicar. Tem perdido gols que centro avante matador não perde, reclama o jogo inteiro, na maioria das vezes tá mal posicionado e é pego no impedimento. E o que falar de Paulo Miranda? Gente, esse moço tem problemas sérios, alguém precisa ver isso. Do nada, parece que dá um curto no cérebro e ele sai fazendo besteira. Que voadora foi aquele que este rapaz deu? Expulsão mais do que justa. Ainda bem que não joga lá em Curitiba.

Com exceçao de Cortes e Lucas, que mostraram vontade, o resto foi de doer.

Foto: Rubens Chiri / Site SPFC
E por falar em Lucas. O que foi essa partida? Ainda mantenho a opinião de que ele não é craque, sou crítica demais em relação a algumas partidas dele. Mas ontem deu um show de dedicação, vontade e entrega ao time. Literalmente, pegou a bola e disse: dá aqui que eu resolvo. Além da boa partida, fez um gol de quem tem talento. Eu critíco, mas sei agradecer. Obrigada, Lucas, por salvar nossa noite.

Quarta-feira que vem será dia de muita tensão. TRICOLOR vai para Curitiba e pode até empatar por qualquer placar que volta prá casa com a vaga na final. Espero que Leão arrume o time, treine mais defesa com esse meio-campo e melhore nas escolhas de substituição. Trocar Casemiro por Maicon não é alteração, é seis por meia dúzia. Tudo bem que a expulsão de Paulo Miranda queimou alguma alteração que Leão pudesse fazer. Eu entraria com 3 zagueiros no jogo de volta. Dane-se que é feio, nosso time não pode jogar com Rhodolfo e mais um. Não temos esse "mais um" de confiança. Vamos botar ordem nessa bagunça, hein Leão.

Só faltam 3 jogos para a Libertadores 2013. Que venha!


quarta-feira, 13 de junho de 2012

Notícias do PEIXE!

Depois de algum tempo sem postar (sim, muitas vezes o trabalho e a família consomem o nosso tempo), volto com as notícias do nosso glorioso Alvinegro Praiano.

Vou começar pelo jogo de logo mais! Talvez, seja o jogo mais importante desse ano para o nosso PEIXE, até o momento. Depois de dois jogos tão sofridos contra o Vélez Sarsfield, estamos na semifinal da Libertadores e vamos enfrentar um de nossos maiores rivais, o Corinthians. Nunca se deve menosprezar qualquer adversário que seja, afinal existe muito mérito em chegar a uma semifinal de um campeonato tão difícil quanto esse, mas, eu tenho muita certeza de que vai ser nosso! Respeito aos adversários, sempre, mas, confio tanto nesse elenco e no trabalho que vem sendo feito, que não consigo pensar em outra possibilidade, que não seja a vitória. Vamos pra cima deles, em busca do #tetranaliberta!

Abaixo, um vídeo para entrarmos no clima desse jogo!


No brasileirão é que começamos "mais ou menos". Com escalações muito diferentes do que estamos acostumados a ver, não tivemos mais que três empates e uma derrota, até agora, o que para nós, torcedores, é bem aceitável, já que a prioridade é conquistar novamente a América. Além disso, sempre teremos desfalques pelas convocações para a seleção e o nosso calendário de jogos, dificilmente será repensado.

Visualizando tudo isso, o Santos resolveu reforçar ainda mais o nosso elenco e ter um plantel de jogadores a disposição do professor Muricy. As novidades são os zagueiros Ewerton Páscoa e David Braz, o lateral direito Galhardo, o volante Gerson Magrão e o meia Bernardo. Acho que são reforços interessantes, apesar de alguns deles já estarem afastados por contusão. Gostei particularmente da contratação do Galhardo. Um jogador que eu já admirava no Flamengo e de uma posição difícil de se achar nesse país. Pena que ele é um dos contundidos.

Agora vamos que vamos, logo vai começar e eu já estou com a cerveja gelando!!

VAI PRA CIMA DELES, SANTOS!!!




segunda-feira, 28 de maio de 2012

OS PRIMEIROS 3 PONTOS

Deu pro gasto. O São Paulo venceu o Bahia por 1x0, no Morumbi e garantiu os três pontos. Mas, quer saber, no Brasileirão é isso mesmo que vale. São os 3 pontos guardados em casa e que podem ser precisoso lá na frente.

Eu gostei da formação que o Leão escolheu prá começar o jogo. Arriscada, mas válida. E se não for se arriscar em casa, vai fazer isso onde. Tá certo! Já que estava desfalcado de vários titulares importantes, por que não tentar outras formas de jogar. Agora é a hora. Só não gostei mesmo da escalação de Maicon, aliás não gostei nem da contratação. Rsrsrs. E ele ainda perdeu um gol, na cara do goleiro, sozinho, impossível de perder. Sorte que o bandeira marcou impedimento - inexistente - prá deixar o torcedor menos puto com ele.

TRICOLOR tá no caminho. Tem coisas para melhorar ainda. O campeonato tá só começando, é longo, e precisa de atenção. O elenco ainda deve mudar. Ao longo da competição, Rogério e Wellington devem voltar. Fabrício deve "estrear", Denilson vai embora e outros podem vir. Tem muita água prá rolar por baixo dessa ponte.

Foto: Rubens Chiri / SPFC
O que não pode mudar, nunca, é o rendimento de Luis Fabiano em campo. Pode não jogar o seu melhor futebol, em uma partida ou outra, ainda acho que tá isolado demais no ataque também. Mas todo jogo tem gol dele. E espero que seja assim até o fim.


VAMOS MEU TIMÃO!


Olá Fiéis Alvinegros, tenho a Libertadores e o Campeonato Brasileiro para comentar aqui.
Comecemos pelo Campeonato Brasileiro então, o qual não estamos bem. Dois jogos e duas derrotas. Contra o Fluminense no Pacaembu jogamos com o time reserva, até criamos algumas oportunidades, mas facilitamos e saímos com a derrota. Hoje contra o Atlético-MG jogamos com o time quase que todo titular e não fomos bem de novo. Desconto pelo cansaço, mas que fiquemos de olhos bem abertos, são pontos importantes que estamos perdendo. Bora reagir Timão!
Agora a Libertadores.
E Nosso Corinthians está na semi-final da Libertadores novamente!
Depois de duas partidas contra o Vasco da Gama, nessa última Quarta-Feira conseguimos a vaga no torneio.
Sem Jorge Henrique no primeiro jogo no Rio de Janeiro não saímos do zero a zero. Resultado que não foi ruim, porém gols fora de casa nos deixaria mais tranquilo para o jogo no Pacaembu.
De qualquer maneira lotamos o Pacaembu e embalado por uma festa lindíssima da Fiel Torcida, o Corinthians fez a parte dele. Como entoamos a todos os cantos, “Corinthiano, Maloqueiro e sofredor Graças a Deus”, vimos o jogo ser resolvido apenas aos 42 minutos do segundo tempo, depois do Vasco perder duas oportunidades que fizeram praticamente meu coração parar. Em uma delas brilhou mais vez a estrela de Cássio, que anda fechando nosso gol.
Paulinho fez o dele e o da nossa classificação Corinthiana. Foi uma explosão de alegria misturado com alívio, o grito que estava engasgado durante todo tempo daquele jogo nervoso.
Digo pelos demais, porque eu mesma não consegui esboçar qualquer tipo de grito, o nervoso era tanto que não saía nada. Só conseguia tremer e desejar que o juiz apitasse logo o final do jogo e assim conseguir gritar, berrar, chorar para aliviar toda tensão. ESTAMOS NA SEMI-FINAL!
Estamos com um time entrosado. No time titular quem mais me preocupa é Alessandro, que não está na sua melhor forma e anda errando bastante. O banco de reservas também é preocupante. Liédson  ainda não voltou a ser aquele que sempre conhecemos, sua forma física não é mais a mesma e acho que isso está pesando. William também continua sem muito destaque e precisa melhorar, sei que o garoto pode mais e contamos com isso.
Agora temos pela frente o Santos. Adversário bem difícil, sabemos disso. Mas estamos aí, que venham.
Só preciso cuidar mais do coração. Esse último jogo com certeza entrou para a lista dos mais nervosos da minha vida de torcedora. Por momentos achava que meu coração iria parar.
Mas ele está aqui, batendo sempre muito forte por esse AMOR chamado CORINTHIANS! 
VAI CORINTHIANS!

quinta-feira, 24 de maio de 2012

VAMOS ADIANTE !


Foto: Rubens Chiri / Site oficial SPFC
E então, a classificação veio! O placar no Morumbi, no primeiro jogo, deu mais tranquilidade ao time para encarar o Goiás, no Serra Dourada. Claro que o coração parou por alguns segundos quando o Goiás abriu o placar, mas voltou a bater normalmente 1 minuto depois quando o São Paulo empatou. A partir daí foi só administrar. Estamos na semifinal.

O que se pode tirar de bom do jogo é que eu gostei do 352, exatamente com esses três atletas. Mas acho que não é isso que teremos. Leão não vai perder a oportunidade de escalar Paulo Miranda na próxima partida. Gostei também na não escalação de Denilson e, principalmente, gostei de Casemiro na marcação. Ele e Cicero mais recuados, deixaram Jadson e Cortez ajudar mais Lucas e Fabuloso no ataque. Os contra ataques podem ser matadores, com essa formação. É só acertar o último passe e a mira.

Porém, apesar do sistema defensivo renovado, tomamos 2 gols. Isso deve ser bem visto pelo técnico e muito bem treinado. O time do Goiás não é esse bicho de 7 cabeças e tomamos 2 gols. Imagina o que vem pela frente com o Coritiba e, numa possível final contra Palmeiras ou Grêmio, times bem montados. É prá se pensar, arrumar, olhar as alternativas e treinar.

Parabéns ao Cortez pelo gol que já vem merecendo desde que estreou. Um cara sempre constante, sempre rendendo bem. Como merecia marcar o seu. Daqui prá frente espero que venham muitos mais.

Leão sai, Leão fica....
Sou muito contra a esse burburinho que Leão cria na imprensa. Dá indiretas para a diretoria na hora errada, solta informações internas quando era melhor colocar panos quentes. Deixa a sensação de que quer ser demitido prá receber seus direitos (já que não tem multa recisória). Por outro lado, sou contra a várias atitudes da diretoria, várias. Há tempos que JJ e cia tem colocado os pés contra as mãos nas decisões envolvendo o time.

Acho que todos estão errados e todos têm razão, sabe como é!?! Se cada um fizer sua parte e se meter o menos possível na casa do outro, já é um adianto. Não atrapalha o time. E é isso que o torcedor quer.

Pelo jogo de ontem, pareceu que o time está fechado com o Leão. Isso é muito bom, porque jogador quando dá prá fazer corpo mole prá derrubar técnico, sai de baixo. Parece que estão jogado para o técnico, para que a diretoria não tenha um "a" que justifique a demissão.

Que assim seja no futuro próximo e mais adiante!

Vamos, São Paulo! Faltam 4 jogos para a Libertadores 2013.

PS: Prá quem acompanha meus posts no Mulher no Estádio, agora tenho a honra de contar que escrevo para um blog só de TRICOLORES. O Isto é SPFC - http://www.istoespfc.wordpress.com/. Meu posts são sempre às segundas, às 13h. A turma é bem apaixonada pelo São Paulo, dedicada a fazer e falar o melhor do clube, do time, da instituição. E vamos combinar, né....falar de São Paulo Futebol Clube é BOM DEMAIS!!!

quinta-feira, 17 de maio de 2012

ESSE É O CAMINHO !

Um jogo no qual não precisou que Fernandinho entrasse e que não tomamos gol, mesmo com Paulo Miranda em campo, é prá se comemorar. E quando o TRICOLOR vence por 2x0 e leva o jogo prá Goiás com mais tranqüilidade, melhor ainda. Enfim, uma fase mais calma no São Paulo.

O TRICOLOR  se impôs menos e aproveitava os contra ataques para assustar o Goiás – e sua camisa abrasileirada. E num desses momentos Lucas deu um passe perfeito para Luis Fabiano, com calma e tranqüilidade, marcar o primeiro do São Paulo. Isso porque ele já tinha perdido uma grande oportunidade logo no primeiro minuto de jogo. Além disso, acho que ele precisa ficar um pouco mais calmo. Ontem o bandeira estava de marcação com ele e, claramente, ele estava bem nervoso. Não tomou cartão porque o juiz não quis. Precisa participar mais do jogo, se posicionar melhor – várias vezes estava impedido – e reclamar menos com o árbitro.

O São Paulo acordou pro jogo, mas o meio-campo não ajudava. Casemiro e Cícero estiveram apagados demais na partida e Jadson não consegue deslanchar de vez, é impressionante.

O segundo gol só veio no segundo tempo. Um chutaço do lateral Douglas. E a pergunta que fica: temos um lateral direito, finalmente? Onde esse moço estava até agora? No Goiás! E foi contra o time de cria que ele marcou seu primeiro gol pelo TRICOLOR . Golaço, um chute daqueles que ficam prá história.


Foto: Globoesporte.com
Apesar da empolgação com o segundo gol, o São Paulo tomou uma pressão no final do jogo, mas pela incompetência dos atacantes do Goiás e uma boa defesa de Denis não mudou o placar.

Agora é focar no jogo da semana que vem, entrar concentrado, com a certeza de que nada está ganho. Paulo Miranda, que se apresentou bem ontem, não joga, suspenso, assim como Denilson. O meio-campo ainda é crítico, precisamos melhorar. Se pegarmos um time mais ajeitado, que trabalhe bem a bola no meio, podemos nos prejudicar.

Faltam 5 jogos para a Libertadores. É assim que penso e que os jogadores tem que enxergar. O caminho é curto, mas difícil. Tem que respeitar os adversários, mas impor o jogo. Esse é o caminho. Vamos São Paulo, vamos São Paulo, vamos ser campeão!

segunda-feira, 14 de maio de 2012

Tri Campeão Paulista!

A taça! O Santos é Tri!
Santista é assim, não cansa nunca de ser campeão e, ontem pudemos soltar o grito da vitória novamente!

Não tenho nem palavras para descrever a felicidade que sinto nesse momento e eu sei que posso falar em nome de toda nação Santista! Somos Tri campeões!!!

O time!
Foram dois jogos sensacionais! No primeiro, a vitória por 3 X 0 nos deixou com uma bela vantagem, mas o Santos não subestima seus adversários jamais e sabíamos que eles viriam pra cima no jogo final. E, foi com um placar de 4 X 2 que conquistamos esse título de forma indiscutível.

Eu só tenho a agradecer a Deus por estar vivendo nessa época e poder ver esse time maravilhoso, que tem sede de vitória, sede de gol, muita garra e muito brilho! Tenho que agradecer ao meu pai e meu avô, santistas fanáticos, porque foram eles que me ensinaram a amar o Santos Futebol Clube! Tenho que agradecer ao meu maridão também, ele é Flamenguista, mas sabe apreciar um bom futebol e por isso, admira esse time e torce junto comigo.

Comentar detalhes do jogo é realmente dispensável nesse momento. O Guarani conquistou o vice campeonato de forma exemplar! Jogou futebol, e não "vale tudo" como muitos times fazem. Eles jogaram limpo nos dois jogos e calaram a boca de quem dizia que a final tinha que ser entre dois times "grandes". Parabéns, Guarani!

A comemoração!
Depois das comemorações, mais um jogo importantíssimo nessa quinta feira, agora pela Libertadores, que é o nosso próximo objetivo! Que esse título sirva como um incentivo extra para conquistarmos mais essa! Esse ano, a Libertadores está mais difícil, mas nada é impossível para esse elenco maravilhoso!

E, nada melhor do que ver e rever os momentos da nossa última conquista. Ainda bem que temos a Santos TV pra isso. Estamos ficando mal acostumados e pra quem dizia que ano do centenário é sem ter nada, tá aí! Isso não se aplica ao nosso VITORIOSO SANTOS!


VAI PRA CIMA DELES, SANTOS!!!








Fotos: Ricardo Saibun, Ivo Storti e Bruno Giufrida - SFC

sexta-feira, 11 de maio de 2012

TENSÃO, EMOÇÃO, VITÓRIA !


Foto: Rubens Chiri / SPFC
Emoção, tensão, nervosismo, apreensão, suspiro aliviado. Ufa! Que noite para os torcedores TRICOLORES.

O Morumbi viu sua torcida começar o jogo confiante, roer as unhas no primeiro gol da Ponte Preta antes dos 15 minutos de jogo, gritar e incentiver o time, pedindo raça, se empolgar com o gol de empate de Casemiro, se empolgar mais ainda com o vacilo do goleiro e o gol de Lucas, comemorar a volta pro segundo tempo com Jadson no lugar do ineficiente Fernandinho e cair de choro com o gol de Fabuloso. Fora o final do jogo eletrizante e o gol impedido que o juiz anulou e quase me matou do coração. Que tenso!

A torcida saiu feliz, o time ficou fortalecido e Leão tem uma semana para melhorar ainda mais o time para a partida contra o Goiás, semana que vem, no Morumbi. O jogo foi difícil, o São Paulo tem muito a evoluir ainda, mas uma vitória assim, na pegada, na vontade dá moral para o time. Eles estão precisando disso, acreditar que podem e trazer o título prá casa.

Leão precisa ajusar algumas coisas que a torcida e os especialistas têm visto e ele não aceita. Fernandinho não é jogador para ser titular. Aquela bola que ele chutou com intenção de ir pro e que saiu pela lateral, no primeiro tempo, foi uma das coisas mais ridículas que vi ultimament. Jadson, mesmo não rendendo tudo o que pode, tem que começar jogado, é o meia de ligação. Ontem o time começou com 3 volantes e 3 atacantes, o jogo não fluia. Lucas precisa ser motivado de alguma forma, apesar do gol está muito apagado e não é de hoje. Douglas ainda pode melhorar mais, mas, sem dúvida, já jogou melhor do que Piris. Cortez é o mais regular na partida, como joga bem (isso quando a presença de Fernandinho caindo pela esquerda não o atrapalha). Foi tenso e precisa clarear um pouco o jogo para a próxima partida.

No mais, que delícia sair do Morumbi com uma vitória. Que delícia poder comemorar depois de passar tanto nervoso. Quem ficou acordado achando que veria a eliminação do TRICOLOR, foi dormir de cabeça inchada. É muito cedo prá entoar "o campeão voltou", como a torcida fez ontem no calor da vitória. Mas o caminho é esse, time! Força, garra, vontade, principalmente vontade. É só acreditar !!

"A torcida ganhou esse jogo para nós" - Luis Fabiano. E estaremos lá semana que vem!

Vamos, São Paulo!