quarta-feira, 4 de dezembro de 2013

A DECISÃO MAIS DIFÍCIL!

Nunca fiquei tão ansiosa por uma decisão como estou agora.

Estou dividida. 

Tem um lado meu que acha que ele deve parar. 

Que ele não precisa mais passar pelo que tem passado com a imprensa, tendo que provar todo dia e todo jogo que é bom, que é merecedor de continuar. Que é merecedor do que já ganhou, que ama o clube que defende há mais de 20 anos, que honra a camisa que veste, que joga muito e que ainda pode jogar em alto nível. 

O cara frita um ovo em casa e tem jornalista enchendo o saco dele prá saber se a gema tá mole, se tá dura, um saco. O cara dá uma entrevista e tem gente procurando pelo em ovo, procurando algo que tenha falado prá transformar em polêmica.

O cara tem que aguentar diretor sabichão falando groselha sobre ele na imprensa. Diretor que mal acompanha o time quando precisa, questionando seu profissionalismo.

Além disso, com as eleições em abril, a indecisão sobre as contratações deixam o time indefinido. A sensação que se tem é que o time pode ser ajustado somente no segundo semestre quando presidente e seus diretores eleitos já estiverem trabalhando. E se permanece a situação, aí já viu, né....reforços de peso e que demandam gastos, com JJ e sua corja, nem pensar, né....

É justo fazer o cara renovar e jogar em um time capenga mais um ano?

Mas tem meu outro lado que não quer de jeito nenhum a aposentadoria.

Claro que outros ídolos virão, a vida seguirá, o São Paulo que é maior que tudo e todos também.

Mas como será difícil!

Como vai ser ir ao Morumbi e não gritar o nome dele? Ir ao jogo e não ver Rogério Ceni no gol? Eu cresci vendo Zetti jogar, mas aprendi a torcer vendo ele defender as nossas três cores.

Me acostumei a ver depois de todo jogo suas preleções no site oficial, uma mais empocionante do que a outra, suas entrevistas na saída do campo. 

E esse meu lado, ainda acha - MESMO - que ele tem condições físicas prá continuar.

Só me resta esperar que chegue logo sábado.  E que ele diga logo sua decisão e acabe com o nosso sofrimento....

Honestamente e com dor no coração? Espero que ele decida o que for melhor PRÁ ELE, e só prá ele.

Não sejamos egoístas agora, torcida TRICOLOR, com quem nunca foi com a gente!


quinta-feira, 28 de novembro de 2013

QUE VENHA O FUTURO!

Ai, TRICOLORES, eu não sei vocês, mas para mim, o resultado de ontem, diante da Ponte era mais do que previsto. Na verdade, não o placar em si, mas a não classificação. Antes que me ataquem, não estava pessimista e tentei torcer e acreditar até o final. Mas sem a emoção e o fanatismo, era óbvio que seria muito difícil classificar.

Mas, a coluna de hoje não é para apontar defeitos no time, no esquema tático ou nas substituições que foram feitas ou não. Não é para criticar Paulo Miranda, Douglas, Maicon ou quem quer que seja. Não é para mais uma vez dizer o quanto estou decepcionada com o camisa 9. O problema do São Paulo não está mais no time que entra em campo. O problema maior está em quem coloca esses caras prá jogar, em quem os contrata.

2013 foi o ano mais pífio que eu vi do nosso TRICOLOR. A possível ideia de ser rebaixado deixou cada torcedor são paulino um pouco mais velho, com mais insônia, mais temeroso do futuro. Mas não adianta só procurar o erro no planejamento deste ano. O problema é muito maior, o círculo vicioso que nós entramos vem de muito tempo atrás.

Todos os passos mal dados lá atrás - e nem tão atrás assim - refletem agora. Comecemos pelo absurdo da quebra do estatuto do clube e o 3o. mandado do senhor Juvenal. Esse é o ponto de partida. A soberania virou soberba. É isso, repito, a soberania, virou soberba.

A partir daí foram atitudes e decisões descabidas, uma atrás da outra. A obsessão pelo Morumbi na Copa e tudo que Juvenal fez por isso. A demissão de toda a comissão técnica, tão vitoriosa; perdemos Carlinhos Neves, Turíbio, Rosan. Depois a entrada do câncer Adalberto Batista, que tirou poderes de Milton Cruz, na hora de indicar jogadores, que fez críticas abertas e públicos ao Rogerio Ceni e ao time como um todo, que nos momentos mais importantes do clube estava correndo de Porshe, longe do time, e de quem nosso excelentíssimo presidente virou refém por motivos que eu prefiro não saber.

E porque não falar também da sequência de fracassos em campeonatos, as constantes demissões e contratações de técnicos, a vinda de jogadores que nada acrescentavam ao time e que mal tinham condições de vestir a camisa do Maior do Mundo

(E aqui, abro esse parênteses. O termo Maior do Mundo é nosso, da torcida, viu Sr. Juvenal. O maior erro do senhor e dos que o cercam, foi ter acreditado nisso. Para ser maior e melhor é preciso profissionalismo, gente competente, entedida do assunto e muito trabalho. Coisa que você e seus aliados não têm nem de longe).

Mas e daí, né, Sr. Juvenal? O que importa o que nós pensamos, né? O que importa toda a tristeza deste ano se seu bolso está cheio e seu ego está bem inflado. Se dentro da maluquisse que o Sr. vive está tudo certo, tudo sobre controle. 

Pensando friamente - e digo isso com a maior dor no coração que um são paulino poderia dizer - o Sr não merecia terminar o mandato com um título. Não seria condizente com a direção que você deu ao nosso São Paulo. Não seria justo e merecido.

Eu espero, sinceramente, que o senhor se afaste ano que vem, trate de sua doença e não circule mais pelos corredores do Morumbi. Espero nunca mais vê-lo dando uma entrevista daquelas, falando aquelas bizarrices, sendo alvo de piadas dos jornalistas e adversários. 

E espero, mais ainda, que cada conselheiro responsável pelo voto que vai eleger um novo presidente, reflita muito sobre sua escolha. Eu sei que tudo dentro de um clube grande gira em torno de favores, de voto vendido e alianças obscuras. Não sou inocente ao ponto de achar que é possível um administração totalmente isenta dentro de um clube de futebol. 

Mas o mínimo que esperamos é que seja eleito alguém com experiência, boas ideias, com a cabeça no futuro, que não fique parado no tempo, achando que somos os grandes soberanos do Brasil. E principalmente que seja eleito alguém que traga para a diretoria pessoas competentes, profissionais e que tenham vontade de ver o São Paulo grande. Sempre fomos exemplo de administração, de cuidado com o futebol, com o time de base, com a construção de um clube e um time de futebol forte. 

Que a imagem das derrotas que vimos no Morumbi, debaixo de chuva e frio, que a imagem da eliminação para a Ponte Preta - que com todo o respeito é muito inferior ao TRICOLOR -, que a cena da torcida desesperada e triste, fique na lembrança de cada um que vota dentro do clube. Desde os sócios, indiretamente, até os conselheiros, diretamente. Que cada cena de 2013 ajude a refletir sobre o que farão do futuro do nosso São Paulo.

Que tenha sido só um ano ruim.

Que tenha sido só um pesadelo que acaba quando toca o despertador.

Que 2013 sirva de lição de como não deve ser feito. 

E que a gente volte a sorrir. Porque estou triste com o que meu time me proporcinou este ano. Mas jamais deixarei de amá-lo. E jamais deixarei de acreditar!

O jogo tem que seguir! 




quinta-feira, 7 de novembro de 2013

E AÍ, LUIS, QUAL VAI SER?

Ele chegou chegando.

Colocou mais de 50 mil no Morumbi numa festa linda. Fez Rogério Ceni falar da emoção de tê-lo de volta. Trouxe a torcida do São Paulo prá junto dele. Disse não aos galinhas e resolveu voltar prá casa. Prá provar que podia nos dar um título.

Sempre foi polêmico. Nunca fugiu de uma briga. Mas garantiu que voltou mais responsável, mais maduro.

Demorou a estrear. Uma lesão grave o deixou no Reffis. A ansiedade para jogar era muita....

Estreou. Os gritos que tremiam o Morumbi voltaram. Ao longo dos jogos foi alternando bons e maus momentos. Era nítido que queria fazer mais, mas o condicionamento físico e as constantes lesões o prejudicavam.

É inegável a felicidade que nos proporcionou ano passado, quando massacrou o time da marginal sem número, com dois belissimos gols. Um deles com um drible da vaca que o Cássio procura até hoje, coitado!

Mas faltou mais. Muito mais. No Paulista ficou de fora da semifinal. Tomou o terceiro cartão amarelo bobo um jogo antes, quando a gente já ganhava por 4 gols contra o Bragantino. Veja bem, vou repetir: tomou um cartão amarelo, no ataque do São Paulo, no final do segundo tempo, quando a gente já ganhava de 4x1. Ficou de fora do jogo decisivo contra o Santos, prá quem fomos eliminados em 2011. 

Em 2012 outra decepção. Dessa vez na Sulamericana. Ameaçou um chute no jogador do Tigre, no começo do jogo, depois de uma falta em Lucas, que o juiz havia marcado. Totalmente sem propósito. Tomou o vermelho, não jogou o resto da partida e ficou fora do jogo de volta no Morumbi. Fomos campeões e ele nem saiu na foto! Podia ter atrapalhado um título se o time do Tigre fosse um pouco melhor...

Isso sem falar das contusões que não são culpa dele....

A coluna não é para ofender ou para apontar o dedo na cara do camisa 9. É simplesmente para entender se vale mesmo tê-lo no time! 

Se classificarmos mesmo para a Libertadores e ele se machucar? 5 ou 6 jogos fora é metade do campeonato. E se o destempero falar mais alto e ele tomar cartão na hora em que mais precisarmos no ano que vem? Não podemos ficar refém de um atacante assim. Ontem, no jogo na Colômbia, ele tomou um cartão no banco. Vejam bem, ele tomou um cartão no banco de reservas, minha gente, por jogar um bola a mais no campo. Não dá! Simplesmente não dá!!!!

Por mais que eu adore o Aloisio e ache que Ademilson tem se esforçado, não podemos jogar 2014 só com eles. Precisamos de um atacante de peso pro ano que vem. Um camisa 9 matador. Um Luis Fabiano das antigas.

Agora, do jeito que está não dá! Ele trava o time. Atrapalha o ataque, trava o contra-ataque e, mais que isso, não tem condições físicas prá ajudar na defesa, não consegue correr prá voltar e marcar. Passa desapercebido toda vez que entra em campo. Não consegue sequer dominar uma bola direito. Mata na canela. Irreconhecível!

Se não está feliz aqui, LF, que vá buscar sua felicidade onde ela estiver. Não fique dando entrevistas toda hora com indiretas sobre isso. Não jogue prá torcida. A gente te deu muitas chances, a gente te apoiou. Você sabe que apoiamos. Você sabe de onde vem os xingamentos e de onde vem as críticas concretas. 

Não saia por aí dando declarações incertas, vagas, dizendo que não sabe seu futuro, que vai pensar o que será da sua vida, que tem várias propostas. Se as tem, analise o que é melhor prá você e decida. Só não nos prejudique mais, por favor!

O time cresceu muito desde a chegada de Muricy, mesmo com todas as limitações que temos. E você, infelizmente, não faz parte desse crescimento. Não viajou com o time, não estava nas brincadeiras e nas conversas sérias. Claro que não teve culpa disso, não pediu prá se machucar. Mas seja qual for o motivo, não faz parte desse grupo brigador e guerreiro que o São Paulo se tornou.

Seja responsável. Sem mimimi, sem polêmica, sem crise, sem frescura. Seja sincero, honesto com o time e com você mesmo. Não banque o coitado, você está longe disso. A fama que tem, você construiu. A desconfiança que temos, você plantou. Não diga que não merece.

Mas por outro lado, a festa que fizemos na sua chegada também é mérito seu. Fizemos porque acreditamos em você naquela ocasião. Nada impede que a gente volte a acreditar. Futebol é momento. Você pode voltar a ter o seu. O grito com seu nome tá entalado na nossa garganta, louco prá sair. 

Queremos e precisamos que você volte a fazer parte. Mas você também precisa querer! E aí, qual vai ser?







sexta-feira, 6 de setembro de 2013

TRISTE....

Passei o dia hoje tentando evitar matérias e colunas que dessem atenção ou destaque para Adalberto Batista e as asneiras que andou falando ontem. E quando resolvi ler, aconteceu o que eu temia e por isso evitava: Chorei!

Chorei pelo Rogério, que tantas alegrias me deu, por imaginar a angústia que ele sente agora. Ele pode ter o defeito que for, mas é inegável o amor e a dedicação que tem por nosso time.

Pelo Autuori, que vem tentando colocar o time em ordem e tem que lidar com declarações descabidas sobre seu antecessor na hora que estava fazendo o time começar a funcionar....

Pelo medo de imaginar meu time na segunda divisão. 

Por mim e por todos os que estavam ontem no Morumbi.

Pela raiva que eu to de ver a diretoria do meu time de coração tomar tanta decisão de cunho pessoal, pouco se importando com o que é melhor pro time;

Estou  triste...como nunca estive antes. 

E não é pela má fase somente. Perder, ir mal, jogar mal, tudo isso faz parte do futebol. Não se ganha sempre. Estou triste porque achei que nunca veria tanto amadorismo e gana de poder como temos visto no São Paulo

Estou triste porque não vejo saída...

Chorei de medo que isso demore a acabar. Que essas pessoas renovem a manutenção do poder no ano que vem.

Chorei de lembrar tantas vitórias no Morumbi, com times melhores e com jogadores até do mesmo nível que os atuais, mas respaldados por uma diretoria séria e profissional.

Chorei de pensar naqueles dias, em 2005, os três brasileiros seguidos...

Chorei de raiva de não ter o que fazer a não ser ir a todos os jogos no Morumbi e apoiar o quanto eu puder. De me sentir de mãos atadas e não ter o que fazer para ajudar.

Triste, angustiada, com raiva....

É ruim....e espero que passe logo!


quarta-feira, 24 de julho de 2013

HOJE É DIA DE MORUMBI!

No sábado, contra o Cruzeiro, saí do Morumbi na hora que tomamos o 3o. gol. Foi a primeira vez, em todos esses anos de estádio, que eu saí antes de uma partida acabar. 

No caminho pro carro, estava tão nervosa e tão chateada que decidi que não iria ao jogo hoje, quarta-feira, contra o Internacional. Cheguei em casa e cancelei a compra, inclusive. E estava decidida mesmo a não ir. Amor tem limite e o meu tava no topo!

Só que diante do que vi no domingo, quando nosso exceletíssimo presidente protagonizou uma das maiores vergonhas passadas pelo TRICOLOR, me vi diante de uma certeza: Nada, nem ninguém, fará meu amor pelo São Paulo diminuir. E eu não posso desistir.

Juvenal e sua corja tem feito de tudo para a torcida se afastar do time. Demissões descabidas, coletivas bizarras, afastamento de jogadores sem o menor planejamento, tudo errado. Colocou na diretoria de futebol, uma pessoa despreparada e sem moral para decidir o futuro da comissão técnica e dos jogadores. Uma pessoa que perdeu meu respeito quando FUGIU da imprensa na derrota contra o Bahia pelo vestiário do adversário e que foi na imprensa falar mal do nosso único ídolo ainda no time, o cara que mais honra a camisa são paulina.

Juvenal e sua corja deram um churrasco comemorativo (????) na sede social do clube domingo. Um show de horror e despreparo. Bateu boca com sócios e no maior estilo ditador, mandou bater, mandou descer o cacete. 

Juvenal e sua corja autorizaram (ou os próprios fizeram) que emails fossem enviados pelo Sócio Torcedor com uma carta explicativa da torcida organizada. Usaram nosso cadastro para enviar comunicado de torcida organizada.

Juvenal e sua corja, através da organizada, não deixam o torcedor comum ir a porta do Morumbi protestar contra eles. Gritam, intimidam, qualquer torcedor que ouse discordar da atual administração. 

Olha só, Juvenal, decidi que nada do que faça vai diminuir meu amor e minha vontade de torcer pelo São Paulo. Decidi que aconteça o que acontecer, eu estarei no Morumbi, onde sempre estive, na boa e na ruim. Decidi que suas atitudes ditatoriais e sua incosequência não vão derrubar meu TRICOLOR. Você não vai conseguir.

Não estou aqui para apoiar MAC ou qualquer outro candidato da oposição e muito menos da situação. Não sou sócia do clube, não sou conselheira e infelizmente não tenho voz ativa na eleição de abril do ano que vem. Infelizmente não tenho esse poder, mas o poder do grito nas arquibancadas, da cobrança, da vontade de ver meu São Paulo grande, eu tenho. E vou exercê-lo. Porque não se abandona um time de coração.

Hoje, o clima frio me lembra bons momentos em 2005 e 2006 na Libertadores. E é com esse espírito que eu vou. 

Hoje vou sair do trabalho, vestir minha camisa e torcer o máximo que eu puder.

Hoje vou empurrar o time e apoiar o quanto for possível. Infelizmente o time é um reflexo do que a diretoria fez dele. Mas juntos vamos sair dessa.

Hoje é dia de Morumbi! Lá é o meu lugar!


quinta-feira, 11 de julho de 2013

BEM-VINDO AO CAOS, AUTUORI!

Habemus técnico! Acabou a novela!

Nunca escondi que minha preferência era total e absoluta por Muricy. Infelizmente não foi dessa vez que o vi de volta ao São Paulo.

Mas, como boa torcedora, Autuori terá meu apoio. Temos só boas lembranças de sua passagem pelo TRICOLOR. O momento era outro, a diretoria é outra, o time outro - bem melhor - e o objetivo da contratação de Autuori, em 2005, era outro.  De qualquer forma, fica a sensação de um técnico vitorioso. E isso, na atual situação do São Paulo já é um fio de esperança.

As coisas andam tão erradas no contexto geral do TRICOLOR  que culpar um ou outro jogador é perda de tempo. A gente sabe que diretoria não está dentro da cabeça do irresponsável do Luis Fabiano. A gente sabe que diretoria não está nas pernas de Rodrigo Caio. Mas o que acontece em campo, em uma partida, é só o reflexo do ambiente de trabalho que eles vivem: bagunçado, sem comando, sem direção, despreparado.

Aí, quando você vê tudo isso acontecendo, espera que algum responsável lá de cima virá a público dizer qualquer coisa, mesmo que seja mentira, blábláblá prá imprensa ir embora. Certo? Errado. Pelo menos no que diz respeito a nossa diretoria. 

Estou indo embora do Morumbi e ouço a notícia no rádio que o Diretor de Futebol, Adalberto Batista, saiu fugido pelo vestiário do time adversário e correu da imprensa. Fugido? Tá com vergonha ou é medo mesmo? Ou é porque não tem a menor ideia do que está acontecendo já que não entende absolutamente nada do que é ser um Diretor de Futebol. Ahhhhhhhhhhhhhhh ......

Brigas de vestiário vazam, diretoria criando picuinha, clima tenso, jogador desanimado e JJ em sua sala, tomando seu uisque. Escolheu Autuori, provavelmente  prá agradar Leco, seu futuro candidato à presidência. Pensou primeiro no que era melhor prá ele. Dane-se o time.

Longe de criticar e falar mal de Autuori, viu gente. Temos só boas lembranças dele, mas prá mim é um técnico somente bom, que soube comandar um time que já estava formado e voando alto. É bom de papo, apasiguador, tem o apoio e a amizade de Rogério Ceni, boa praça, calmo e um profissional correto. Mas acho que o time precisava agora de um chacoalhão.

O futuro é incerto. Se outro técnico viesse, seria também. Então, boa sorte Autuori, seja muito bem-vindo. Você fez parte de uma época em que mais me emocionei com o TRICOLOR. Que aquele tempo te inspire e inspire os atuais jogadores. Que a gente possa voltar a ter esperança do time entrar nos eixos, que a gente possa se organizar, pensar além, ter esperança, buscar títulos e ser vitorioso. Agora somos "nós" novamente. Boa sorte a nós! Que a gente volte - LOGO - a ser São Paulo




quarta-feira, 5 de junho de 2013

OBRIGADA, NEYMAR!!! ATÉ BREVE...

Foto: Folha de São Paulo

Eu bem que tentei parar e escrever esse post antes, mas não consegui. Comecei no dia 27, um dia depois do último jogo com o manto, mas somente hoje tomei coragem para retomar. 

Em se tratando de futebol, dia 26 de maio foi o dia mais triste para mim. A despedida da nossa JÓIA me abalou demais e eu chorei muito. Ainda está difícil pensar nesse assunto sem me emocionar.

O Neymar nos fez viver uma era mágica do nosso glorioso clube. Quantos dribles desconsertantes, chapéus, pedaladas, gols maravilhosos, títulos, prêmios... eu ví tudo isso acontecer!! Eu ví esse menino lotar estádios de torcedores adversários, só pra vê-lo jogar. Ví o torcedor adversário se render e gritar seu nome. São tantos feitos maravilhosos, tantas conquistas inesquecíveis, que é realmente muito triste e muito bom ver o nosso menino santista da canela fina e cabelo moicano, ganhar o mundo.

É estranho como muitos brasileiros apaixonados por futebol, não sabem valorizar o que temos aqui no nosso país. O campenato Brasileiro desse ano, com certeza será mais chato. Menos ousado e menos alegre. Nós queremos que nosso futebol evolua, mas não fazemos nada para que isso aconteça.

Houve uma verdadeira campanha de toda a imprensa para que o Neymar fosse para a Europa, a troco de notícias que dão ibope. A não ser nós, SANTISTAS, e os amantes do futebol arte, todos quiseram que o Ney saísse! Em todas as entrevistas, em todos os meios de comunicação esportivos, tudo o que se falava era sobre quando ele sairia do PEIXE. Além de todo o stress que a imprensa causou, o menino ainda tinha que conviver com uma torcida brasileira mal educada, que vaia a própria seleção em campo e nos envergonha perante o mundo todo, a velha vergonha alheia.

No Barça, ele não vai precisar lidar com arbitragem despreparada ou tendenciosa, que anula gols, não marca faltas, expulsa para aparecer, que nos tira títulos. Lá, os adversários vão querer marcar o Neymar, não entrar para quebrar a perna dele. Não sei se no lugar dele, eu teria aguentado tanto!

Agora, uma coisa é fato: vai dar muito gosto de ver a JÓIA dando show ao lado de todo aquele elenco! Era o passo que faltava pra ele ser o melhor jogador do mundo, tenho certeza. Só assim os brasileiros darão o verdadeiro valor e só mesmo jogando na Europa, pra ganhar de fato o prêmio. Politicagem tem em todo lugar do mundo.

Depois desse período que eu precisei para digerir e aceitar, consigo falar um pouco sobre o assunto, mas ainda bate muita tristeza. Meu maior ídolo, menino humilde, craque e santista, se foi! Como explicar? Ainda não consigo. É simplesmente impossível descrever tudo o que eu sinto com essa perda. 

Como SANTISTA, sei que o SANTOS precisava ter feito isso. Apesar de todas as conquistas, em matéria de dinheiro, não dava pra sair no zero à zero. E, pra ele decidir ficar com toda essa torcida contra, é realmente difícil.

Neste momento, só me resta agradecer ao Neymar por tudo o que ele nos fez presenciar nesses últimos anos e pedir pra ele, algum dia, voltar a vestir a 11 branquinha. 

Boa sorte, Neymar! Você merece que o mundo caia aos seus pés e se renda ao seu espetáculo. Vá ser feliz, mas volte!

VAI PRA CIMA DELES, NEY!!!








quarta-feira, 22 de maio de 2013

EM SEGUNDO, ÁS VEZES, MAS JAMAIS NA SEGUNDA!

Pois é, SANTISTAS, não foi dessa vez. Infelizmente o futebol no Brasil é uma vergonha e nós perdemos para o apito. Parecia vôlei, mas não era. Sim, foram TRÊS pênaltis não marcados, além de uma falta frontal ao gol, que poderia até mesmo ter gerado uma expulsão. Mas, parece que os árbitros "desconhecem" as regras do futebol.

Foi tudo muito ridículo! Essa é a palavra que melhor expressa o que aconteceu nesse último jogo da final do Paulistão. Um título DADO para o Corinthians, com o intuito de se "fazer justiça", devido terem sofrido a desclassificação da Libertadores, também no apito. 

E, ainda teve um circo armado. Um teatro para trocar um suposto "juíz ladrão". Porque assim não se pode dizer nada! 

Espera aí: NÓS TEMOS CARA DE PALHAÇO? 

Ninguém comenta NADA! A imprensa esqueceu completamente os "equívocos" da arbitragem e nem fala mais nisso. Cadê os jogadores e torcedores do time que "levou" o título? Não ví pessoas comemorando, nem falando demais. Certamente, estão com seus rostos quentes de vergonha. 

Foi ruim ser desclassificado pela arbitragem, não foi?? Pois é, NÓS SANTISTAS, sabemos bem como é!

Tirando a arbitragem, o jogo foi bom, disputado, suado. Cícero foi monstro, marcando um gol maravilhoso! Pena termos vacilado em seguida e cedido o empate. Quem decepcionou foi o André, que mesmo com a manipulação do resultado, poderia ter feito um gol, mas perdeu. Que bom que ele já está acertando sua transferência para outro time. Sentimos a falta de Montillo, mas, não posso reclamar, porque no geral, o SANTOS jogou muito bem. Ainda preciso me preparar para poder escrever sobre o Ney...

No final das contas, eu já ví o SANTOS perder tantas vezes para o apito, que... a vida continua. Ficamos em segundo nesse Paulista, mas JAMAIS fomos para a segunda divisão! Coisa rara, hoje em dia. ;-)

Daqui a pouco tem jogo do time que me representa. Copa do Brasil, aí vamos nós.

VAI PRA CIMA DELES, SANTOS!!!


sábado, 18 de maio de 2013

90 minutos para o Tetra!

Sair em desvantagem não era o resultado aguardado por nós SANTISTAS. Mas, 2 X 1 para o adversário, em um jogo muito difícil, na casa deles, não foi totalmente ruim.

Não jogamos no primeiro tempo. Os planos do professor Muricy não deram resultado e fomos fortemente pressionados pelo Corinthians. A ideia da formação foi interessante, mas os jogadores não conseguiram executar essa proposta. Ficamos recuados, aceitando a marcação. Um SANTOS irreconhecível para os nossos padrões. Tomamos o primeiro gol no final do primeiro tempo, o que já era de se esperar, devido ao nível muito baixo do futebol apresentado por nós.

Acredito que o Muricy tenha percebido o erro e mudou para o segundo tempo. Com isso, a postura do time também mudou. Equilibramos o jogo e jogamos como deveríamos ter feito nos primeiros 45 minutos.

Antes de marcar, tomamos um gol inesperado, o segundo gol deles. Como um golpe de sorte e ânimo para a próxima partida, conseguimos marcar um gol e levantar a cabeça para buscar esse título.


Amanhã será o grande dia e eu já estou mais do que ansiosa! Como nós queremos esse TETRA!! É tanta vontade, garra e paixão envolvida que eu tenho a certeza que nossa motivação é maior e que vamos ganhar SIM esse título!

Se o Neymar vai sair ou não, é algo para pensarmos depois. Nesse momento, quero pensar que ele já ficou! E que nos trouxe muitas alegrias, títulos, jogadas e gols inesquecíveis. Que amanhã, será mais um grande jogo, uma grande final que vai entrar para a história desse clube tão glorioso! Ele é o nosso craque do momento e estará sempre em nossos corações SANTISTAS.

Faltam 90 minutos para o SANTOS FUTEBOL CLUBE fazer história mais uma vez. Vamos com tudo pra cima deles, com sangue nos olhos, mas com muito foco e concentração. Vamos ganhar esse tetra, SANTOS!!!

Eu, por enquanto, vou sobrevivendo... sentindo coisas que só um torcedor apaixonado, sente! E, como eu AMO esse time!!! <3

RUMO AO TETRA PAULISTA!

VAI PRA CIMA DELES, SANTOS!!!




sexta-feira, 10 de maio de 2013

QUE O CORAÇÃO DOA MENOS!

Confesso que ontem foi um dia difícil. E escrever aqui de cabeça ruim não seria uma boa ideia. 

Hoje, mais calma, mas também mais triste, tento desabafar sobre tudo. Já fomos eliminados outras vezes, em outras oportunidades também doeu, mas quarta-feira foi duro de engolir. 

Porque foi de forma triste. 

Porque foi a provavel última Libertadores do nosso Capitão

Porque foi contra um time cujo líder é uma das pessoas mais nojentas e mal caráter do futebol brasileiro (tenho dó de quem ainda torce pela seleção brasileira e terá este individuo como meio campo). 

Porque sequer mostramos um terço da reação que mostramos em casa, no jogo classificatório. 

Porque foi diante de um time que, na minha opinião, não vai em frente na Libertadores. 

Porque foi de forma preciptada. 

Porque escancarou problemas que nós sabemos que serão resolvidos somente em Abril de 2014.

O título da Sulamericana é certo que veio em boa hora. Mas mascarou graves problemas no São Paulo

Os problemas do TRICOLOR vão muito além de uma expulsão de Lucio ou uma falha de algum jogador. São problemas pontuais e que, claro, não podem acontecer. Mas o erro maior vem de cima.

Comissão técnica inteira demitida aos poucos. Ao invés de fortalecer o elenco, demitem Rosan, um dos grandes responsáveis pela recuperação do M1TO e de Wellington. Contratações bizarras, descabidas. Falta de comando. Diretor de futebol participando de corridinha de carro em dia de jogo importante do São Paulo. Nem aí prá gente, pro time, pro clube pelo qual trabalha. Presidente que veste a fantasia de Soberano e acredita nela piamente. 

A Soberania virou Soberba. E, nós torcedores, pagamos por isso.

Acabo de ver uma lista de dispensa, anunciada pelo próprio JJ. E o que isso resolve? Mandar jogador embora que sequer teve chance no time como titular. E o que vem depois? O problema do São Paulo é muito maior do que simplesmente contratar um bom lateral, outro bom volante....

O que será do nosso TRICOLOR!?! Vitórias virão, vai mascarar a realidade, seguiremos em frente, mas até quando seremos reféns dessa diretoria? Será mesmo que tudo de ruim acaba com o fim do mandado de JJ. Quem vem pro lugar dele? 

O poder subiu a cabeça. A soberania que era somente do torcedor, atingiu as salas nobres do Morumbi. Fomos, por muitos anos, exemplos de direção, de planejamento, de diretoria vitoriosa. Ninguém nos alcançava, ninguém nos superava. E aí, como todo ser humano, subiu à cabeça. Uma pena!

Uma pena ter que ver Rogério se despedir num ano tão conturbado. Uma pena mesmo porque ele sente como nós. Uma pena!

Que venha o segundo semestre. Que seja menos traumático para nós. Que seja honesto, que seja disputado. Que a gente volte a acreditar. Que o meu coração TRICOLOR doa menos!




quarta-feira, 8 de maio de 2013

QUE VENHA O TETRA!!!

Estamos em mais uma final do Paulistão. A quinta final consecutiva do nosso PEIXE e a oportunidade de conquistar um feito inédito na história do futebol profissional: o TETRA!

O jogo contra o Mogi Mirim foi um dos jogos mais emocionantes da minha vida! E não é como se eu não estivesse vivendo essa época mágica do Santos. Já ví muitos jogos maravilhosos, títulos, inclusive uma Libertadores. Talvez tenha sido a garra e vontade do Mogi, a bela campanha que fizeram nesse campeonato e a importância que essa final teria pra eles. Só fizeram nossa vitória ficar mais bonita! 

Mas, vamos dizer a verdade: nossa vontade foi maior! Comemoramos muito a classificação para a semifinal, diante do Palmeiras. E deliramos com a classificação para a final, diante desse time tão bom. Talvez eu não consiga comentar os lances do jogo, que foi tenso, mas muito leal. Porém, me sinto obrigada a ressaltar o quanto o meu Santos estava determinado a ir para mais uma final. E foi na garra, no suor, no sofrimento, na cabeçada do nosso Capita!! 

Nosso Capitão comemorando com a torcida. Foto: Uol

Pênalti é sinônimo de sofrimento para os torcedores, sempre! Levar o jogo para as penalidades novamente, quase me fez ter um infarto, mas eu sou mais o meu time. Sempre digo que pênalti não é sorte, é treino, e isso eu sei que meu time faz toda sexta feira!

Preciso dizer algo do nosso goleiro? São Rafael foi MONSTRO, novamente! Cadê a seleção pra esse menino??? Ahh, lembrei! O Santos não é um time da panela.

Foto: Uol

Só sei que ao acabar o jogo, eu estava em êxtase! Ver a vibração dos nossos jogadores, o choro e toda aquela emoção, me fizeram desabar em lágrimas de felicidade! Sim, nós estamos na quinta final consecutiva do Campeonato Paulista. Com certeza, um orgulho que nem todos podem ter.

Foto: Uol

Vamos enfrentar o Corinthians, já que o Ganso ajudou a eliminar o São Paulo novamente. Deu tudo tão certo que faremos a final na nossa casa. A Vila Belmiro é o palco perfeito para esse tipo de espetáculo. Que venha!!

Hoje tem Copa do Brasil e o nosso Glorioso enfrenta o Joinville, em Santa Catarina. Como os próprios jogadores já disseram, vamos trocar o chip e focar nessa competição, pra depois pensar no Corinthians.

Eu acredito demais nesse time que me representa SEMPRE!

RUMO AO TETRA!!

VAI PRA CIMA DELES, SANTOS!!!




quinta-feira, 18 de abril de 2013

1% DE CHANCE? 100% DE FÉ!

Que noite, TRICOLORES! Que noite!

Não sei nem mais o que falar, o que comemorar, o que gritar, o que sentir. É uma mistura de sentimentos bons que parece que o coração vai explodir.

Uma classificação com gosto de título. Na raça, no merecimento, na vontade, na paixão, no amor a camisa. 

Deus quis que o primeiro gol saísse dos pés DELE. O cara, o questionado das últimas semanas. O cara dá tapa com luva de pilica toda vez que é questionado. Aposentar? Para com isso, minha gente! Esse dia vai chegar, a gente sabe, mas ele vai nos dar muitas alegrias antes disso! Como a que deu ontem.

Será que ainda têm o que falar dele? Sempre terá! Os outros o chamarão de arrogante, até os últimos dias de sua vida. Inveja, pura inveja! E quando ele falhar - porque é um ser humano, apesar de por muitas vezes parecer um super herói - vão se deliciar, porque é a única coisa que podem fazer diante de um M1TO!

Foto: Estadão Esportes
MUITO, MUITO, MUITO OBRIGADA, CAPITÃO! Por não esmorecer na hora que te criticam! E por ainda acreditar na gente. Meu coração é seu, meu Capitão!

É tanta coisa prá falar. O que foi Ganso na partida de ontem? Honrando o valor que foi pago por ele. Cadenciando o jogo, acalmando os ânimos quando necessário, segurando a bola no meio de campo e dando um belíssimo passe pro segundo gol do TRICOLOR.

O que foi Lucio ontem? Monstro, cara de bravo, focado, concentrado. Rogério não fez nenhuma defesa ontem. A bola não chegou a ele....

O que foi o Osvaldo, inteligente, jogando pro grupo?

O que foi Paulo Miranda, com a responsa da vaga improvisada? Fez o que lhe foi proposto: Marcar!

O que foi Carleto, definitivamente o dono da lateral esquerda? Atacou e muito!

Impecável postura! Do time todo! Ao contrário do senhor camisa 10 de lá, que podia aparecer somente por sua incontestável habilidade, mas prefere dar entrevistas no intervalo, dizendo que só veio a São Paulo prá treinar e brincar. O peixe morre pela boca, jamais subestime ninguém, Ronaldinho. Você não precisa disso!

O campeonato agora é outro. O Atlético-MG é, sim, um grande time, tem que ser respeitado e agora virão mais dois jogos pela frente. Não será fácil e a gente sabe que nada está ganho. Mas agora vamos brigar, de igual prá igual. Como o São Paulo sempre fez. Porque isso é São Paulo!

Que venha agora cada decisão. Vamos buscar. Não somos os favoritos, claro, mas não nos tratem como a zebra que está lá por sorte!

Dia 17 de abril de 2013. O dia em que 100% de fé superaram 1% de chance! E eu estava lá. Check, mais uma noite prá ficar na minha história TRICOLOR!


domingo, 14 de abril de 2013

PARABÉNS SANTOS F. C., PELOS 101 ANOS DE TÍTULOS E GLÓRIA!

Hoje é aniversário do primeiro amor da minha vida! E eu tenho muito orgulho em dizer que depois de tantos anos, a paixão ainda é a mesma. 

101 anos de uma história linda, de muitas conquistas, de muito choro de emoção e felicidade. De títulos, de recordes, de artilharia! Gols, muitos gols! 

Só nós podemos dizer que o Rei é nosso e que o raio cai mais de uma vez no mesmo lugar. Só nós paramos uma guerra.

Agradeço ao meu pai e ao meu avô, pela bela herança que recebi deles: meu amor pelo Santos Futebol Clube!

Parabéns, meu PEIXE! 101 anos de primeira divisão!!

VAI PRA CIMA DELES, SANTOS!!!


quinta-feira, 21 de março de 2013

NEY FRANCO, CULPADO ATÉ A PÁGINA 2!

Muitos dos meus amigos têm pedido a cabeça de Ney Franco. Apesar de concordar com algumas reclamações deles, não acho que é o momento para saída do técnico.

Alguns dos problemas do São Paulo pesam na conta do Ney Franco, eu sei. O principal deles é a insistência em manter o mesmo esquema do ano passado, só que dessa vez sem a genialidade de Lucas no time. Não dá! Já vimos que não dá!

Mas queria colocar alguns pontos e tentar entender (com a sugestão de vocês, claro) em que o Ney é culpado:

- Luis Fabiano. Tem jogado MUITO mal este ano. Afobado, desconcentrado, afoito, fazendo gols de menos e principalmente, perdendo a cabeça demais. O técnico pode até ter a iniciativa de interferir e acalmar os ânimos, tentar usar a psicologia, mas se o problema é pessoal - como Luis disse - não há o que ser feito. O cara tem mais de 30 anos, já devia saber como se comportar em campo. Em que Ney Franco tem culpa nisso?

- Lucio. É lógico que ele é melhor que Edson Silva e até Rhodolfo, vem até jogando bem e tal. Mas, prá mim, é claro que a chegada dele atrapalhou a zaga. Ele tem que ser titular, a diretoria, com certeza, pede isso. Aí o técnico coloca e ele não se entende com Rhodolfo improvisado. Ney troca Rhodolfo por Tolói e o menino joga mais que o veterano. Como tirar Lucio do time, com o preço que se pagou por ele? Depois dá piti ao ser substituído e vai pro ônibus, fazendo birra, e desrespeitando não só o técnico, mas também o restante do elenco. Em que Ney Franco tem culpa nisso?

- Volantes. Wellington e Denilson terminaram o ano destruindo, jogando muito. Lembro de comentarmos na arquibancada como o time tinha melhorado depois que Wellington voltou da contusão. Aí, em pleno final de março, parece que nenhum dos dois voltou das férias. Em que Ney Franco tem culpa nisso?

- Ganso. Em todas as vezes que Ney Franco deu chance a ele, o cara não retribuiu, com exceção de um ou dois passes melhorzinhos. Ai vem a desculpa de que Ney só o coloca na roubada, no jogo com reservas. Mas e daí? O craque se vê nessa hora, da roubada, da dificuldade. Eu sei que não dá prá esperar dele arrancadas como a de Lucas, não é o perfil, mas aquele toque de genialidade que só ele tinha, sumiu. Em que Ney Franco tem culpa nisso?

- Laterais parte 1. Cortez chegou com pinta de bom lateral. Foi o destaque no Botafogo e chegamos a comentar nas arquibancadas que ele tinha sido a melhor contratação da época. De repente, caiu de produção. Do nada, do além, sem mudança nenhuma feita pelo técnico. Em que Ney Franco tem culpa nisso? Talvez no fato de insistir nele como titular. Talvez um banco seja a melhor solução agora. Ok, concordo.

- Laterais parte 2. Douglas é ruim. Ponto. Nem Telê faria ele virar um Cafu. Em que Ney Franco tem culpa nisso?

- Corpo Mole. Eu não estou no CCT diariamente prá saber como é a relação do técnico com os jogadores. Não sei da relação do Ney com cada um, mas pelo que me parece, é boa. Ney é um cara educado, sempre responde a todas as perguntas e acredito que seja assim nas internas também. Vamos supor que, não seja assim, que os jogadores tenham uma série de reclamações sobre o Ney. Não é o caso de se resolver internamente? Ou fazer corpo mole - como TODO jogador faz - prá derrubar o técnico é a melhor solução? Em que Ney Franco tem culpa nisso?

Enfim.....

O que eu quero dizer com tudo isso é que Ney Franco tem, sim, seus defeitos, suas teimosias, mas quem não tem? 


Outra vez vamos mudar de técnico? Outra roubada vai vir? Até quando vai ficar? Ney, bem ou mal, nos deu um título. Há quanto tempo não tinhamos isso....

A fase do São Paulo é muito mais pelo conjunto de coisas erradas do que culpa do técnico SOMENTE. Pelo menos do meu humilde ponto de vista....

Vamos mudar de técnico mais uma vez? Outro Carpegiani ou Adilson virá? Aí fica até os jogadores resolverem que não querem mais e pararem de jogar. Para, né....

Ney Franco tem a benção da diretoria. E a diretoria é o que tá aí. Vitoriosa ou não. Sacana ou não. Burra ou não. É o que temos até 2014. Não adianta gritar, esbravejar, xingar, ninguém sai antes do mandato acabar. Ainda mais depois de um título recente.


A fase tá complicada, mas não está no limbo. Um passo muda tudo, pro bem ou pro mal. E aí, qual vai ser....???







quarta-feira, 20 de março de 2013

"DIAS DE LUTA, DIAS DE GLÓRIA"

Olá, NAÇÃO SANTISTA!

Começamos o campeonato muito bem, isso é fato. Passamos por uma fase meio estranha, onde o time, de repente, parou de jogar bem e em consequência, acabamos perdendo alguns jogos. Agora estamos nos "dias de luta", como diria o músico e eterno Santista que deixou esse mundo a pouco, Chorão.

O time melhorou como time e tem conseguido mostrar mais a qualidade individual dos jogadores. Montillo desencantou e já nos premiou com dois golaços. Arouca é sempre um monstro em campo! O Ney andou perdendo uns gols que ele não costuma perder, mas ele tem crédito. André ainda não voltou a me convencer, apesar de ter marcado nos últimos jogos e o Bruno Peres também precisa melhorar. Mas, eu nunca entendi essa fase como uma má fase. A imprensa adora colocar lenha na fogueira e qualquer coisa que se diga, vira comentário maldoso. Mas, tanto nosso professor Muricy, quanto o elenco, não deixam isso afetar o trabalho que é feito e nem o ambiente dentro do clube. Para os torcedores conscientes, o que importa é todo o trabalho que está sendo feito há alguns anos e que não vai parar.

O último jogo, contra o Guarani, no sábado, foi um exemplo de que o time está se entrosando e encontrando o melhor futebol. Criamos várias oportunidades e só não fizemos mais gols, porque perdemos várias oportunidades também. Mas, esse é o caminho para chegar aos "dias de glória".

Quero dedicar esse post em memória do nosso querido Chorão. Santista do bem, apaixonado por esse clube e rockeiro, assim como eu. Ele fará muita falta nesse mundo, mas isso, só os loucos entendem.



Amanhã tem mais GLORIOSO SANTOS. Estaremos juntos, torcendo!

VAI PRA CIMA DELES, SANTOS!!!




sexta-feira, 8 de março de 2013

ATÉ QUANDO?

Até quando seremos reféns dos intemperies de Luis Fabiano? Até quando ele vai achar que pode reclamar qualquer coisa que seja ao juiz? Até quando ficaremos sem o centro-avante, o camisa 9, quando mais precisamos dele? Até quando a torcida vai vê-lo como o injustiçao ou o perseguido? Até quando??

Ontem, no jogo contra o Arsenal, no Pacaembu, pode até ser que tenha ido falar com educação, como ele mesmo disse. Mas a pergunta é: prá que? Ele era o capitão? Não. Ele tinha razão em pedir mais tempo de jogo? Tinha. Mas o que ir lá falar pode ajudar em alguma coisa? Porque não deixar essa função a Rogério Ceni. Porque?

Tendo razão ou não, de forma educada ou não o Luis PRECISA PARAR DE FALAR COM O JUIZ. Assim mesmo, em caixa alta. 

Todo mundo já tem a pré-disposição de que ele é um cara briguento, reclamão e ao invés de fazer de tudo prá mudar essa imagem - que ele mesmo construiu - ele só piora. Faz questão de bater boca com o juiz, de reclamar de tudo, de dar motivos para uma expulsão como a de ontem.

Até quando?

Temos dois jogos fora de casa pela frente. Um deles será sem a referência na área. Na hora que mais vamos precisar de gols, de oportunismo. E agora?

O que Luis tem de craque, tem de torto, digamos assim. O São Paulo precisa de um profissional ao lado dele, conversando, acalmando todos os dias, convencendo-o de que não pode falar com o juiz. NÃO PODE! Em hipótese alguma!

E não me venham com o papo de que estou sendo mal agradecida, que ele é decisivo, tirou nosso tabu contra o Corinthians ano passado e blábláblá. Tudo isso que ele fez - e eu sou extremamente agradecida, claro - não justifica essas atitudes, essas expulsões.

Quem está sendo mal agradecido com tudo o que a torcida faz é ele mesmo!

Ele PRECISA se acalmar. Pelo amor que diz que sente pelo TRICOLOR. O campeonato já está difícil, não está favorável para nós e a classificação virá, mas de forma complicada. O time ainda não encaixou do jeito que precisa e ele ainda atrapalha sendo expulso por besteira? Ah não, não dá prá ter paciência mais!

Chega, Fabuloso. Chega! Se controle, você é experiente, é mais velho, é craque, é decisivo. Por favor, não se esconda atrás da desculpa de que é perseguido, que foi falar educadamente com o juiz ontem. Não me interessa, sério mesmo!

Me interessa, de verdade, levantar mais um taça. E me interessa mais ainda que você esteja, pelo menos, em uma foto de campeão que vai para a minha parede!


sexta-feira, 1 de março de 2013

QUE SUFOCO!

Alguém sabe qual foi a melhor coisa do jogo de ontem?

Não foi Luis Fabiano voltar a fazer gols no Morumbi. 

Não foi o primeiro gol, de empate, que tirou a gente da tensão. 

Não foi a torcida presente. 

Não foi o respeito da organizada em não acender um sinalizador sequer. 

Não foi a bela partida de Osvaldo.

A melhor parte do jogo de ontem é que nós podemos ter certeza de que não tem como o TRICOLOR jogar pior de que jogou ontem. Minha nossa, que sufoco! Foi na força, na raça, no empurrão...mas a vitória veio.

Cortez e Douglas...sério....não foram pro jogo, principalmente o lateral esquerdo. Que partida pífia, minha nossa. Acho que esquentar um banco não faz mal a ninguém. Carleto entrou bem na última partida, acho que merecia uma chance.

O jogo foi muito mais complicado que eu imaginava que seria. Não pelo adversário, claramente muito fraco. Mas por erros do próprio São Paulo. Erros de passes - muitos -, desconcentração, desantenção...um show de horror. 

E uma tensão só nas arquibancadas (eu ainda morro disso).

Tudo bem, a gente sabe que Libertadores é isso aí. Jogo pegado, placar apertado, nada de goleadas e tudo mais. Mas não precisa apresentar um futebol tão ruim como ontem, né, São Paulo. Pega leve com a torcida....

Agora, que venha o Arsenal, outro time considerado fraco no nosso grupo. O São Paulo mudou o jogo para o Pacaembu e a torcida tem que comparecer prá empurrar o time. Temos um grande retrospecto no estádio público. Várias goleadas e vitórias importantes nos últimos jogos. É hora de ir prá cima!

Mas, por favor, laterais, um pouco mais de responsabilidade. Volantes, Wellington e Denilson, vamos voltar a jogar, vamos!? A zaga tem ficado muito vulnerável. Se é um time mais bem preparado, é gol na certa. Lúcio, monstro, sempre focado e Tolói, é a sua chance, garoto. Jadson e Ganso, jogando juntos ou não, o funcionamento da máquina TRICOLOR depende de vocês. Concentrem-se quando estiverem em campo. Osvaldo, meu garoto, que disposição. Não há palavras prá te agradecer o esforço. Luis, meu querido, foco....sempre! A gente precisa de vocês...muito!

Foto: Paulo Pinto / saopaulofc.net
Eu quero essa Libertadores. Demoramos dois longos anos prá voltar, mas é a nossa competição. Somos soberanos nela, mas sempre com humildade e perseverança. Nada virá fácil, a torcida sabe, mas quero virar o semestre campeã. 

Eu acredito, basta vocês também acreditarem...

quinta-feira, 21 de fevereiro de 2013

MAIS UM PASSO!

Luis Fabiano voltou a fazer gols. Pronto...a imprensa que adora uma crise no São Paulo agora tem que procurar outra coisa prá falar.

Foto: Rubens Chiri / Site oficial

Maicon entrou no time e jogou bem no esquema proposto pelo Ney Franco. Tá aí, uma alternativa para o time.

Tolói entrou no lugar de Rhodolfo e formou a zaga com o Lucio. Pronto...a torcida são paulina pode sossegar um pouco e parar de xingar o técnico.

Ney Franco montou o time do jeito que a torcida queria. Com Ganso e Jadson em campo, com a zaga do jeito que queriamos, com Douglas na sua posição de oficio - mesmo que não jogando tão bem - , com Osvaldo e Luis no ataque e sem ninguém tentando fazer as vezes de Lucas. E a vitória veio.

Claro que não foi tão simples assim. Podia ter sido mais fácil. Tomamos dois gols em duas desatenções nítidas da defesa. Em uma, Lucio tomou um drible na direita que raramente toma e na outra, deixaram Jobson desmarcado, entrar sozinho no meio da defesa. 

Ainda há detalhes para serem arrumados. Um time mais bem montado não deixaria a vitória do TRICOLOR acontecer tão fácil. Mas gostei do que vi. Inclusive das substituições feitas no intervalo. Carleto entrou bem demais na lateral esquerda. Voando, com vontade, cruzando na área. E Aloisio, como sempre, entra matador. Ganso precisa se apresentar um pouco mais, mas tem que ter ritmo e sequência de jogo. Vale, e é preciso, apostar nele nos jogos do Paulista.

Somos vice-líderes do campeonato, ainda com um jogo a menos. No Paulista as preocupações são mínimas, até pela qualidade da maioria dos adversários. O que vale mesmo são os clássicos.

Já na Libertadores, tenho observado que não tá fácil para nenhum dos brasileiros. Temos que ir com calma também, aproveitar os dois próximos jogos que temos em casa para fazer os 6 pontos. 

Elenco e time a gente tem prá isso! Vamos com calma, um passo de cada vez. Mas que sejam passos largos e bem dados!

Vamos São Paulo, vamos São Paulo, vamos ser campeões!




terça-feira, 5 de fevereiro de 2013

PARABÉNS, NEYMAR!!!

O próximo post deveria ser sobre o clássico, mas hoje é um dia especial! Esse post é a minha homenagem para O Cara



Hoje, o nosso maior ídolo da atualidade, completa apenas 21 anos. E é sempre impressionante parar pra pensar no que esse menino já conquistou, no que ele representa para nós SANTISTAS e o que ele representa para milhares de pessoas no mundo inteiro! As crianças amam o Neymar, as menininhas surtam por ele e a maioria das pessoas o admiram. Alguns o invejam, mas isso é normal! É sempre assim com as celebridades e com ele, não seria diferente. 

Falando por mim: sou muito grata por estar vivendo nessa época, por poder ver esse menino jogar com a camisa do meu time! Por ver os gols maravilhosos, os dribles desconcertantes, todo o espetáculo e a alegria com que ele joga. Por me  fazer chorar, por cada vitória, a cada título conquistado. Além de tudo isso, ele ainda tem o dom da humildade, provavelmente herdado da família. E eu quero (preciso) viver mais, para ver a nossa joia conquistar o mundo inteiro com seu dom.

Neymar, que você seja cada vez mais feliz no Santos, nos dando muitas alegrias. Que você conquiste o mundo, você merece! Títulos e glórias para fazer história! 

Parabéns e felicidades sempre!

VAI PRA CIMA DELES, NEYMAR!!!




quinta-feira, 31 de janeiro de 2013

A liderança continua!


Mas não está sendo nada fácil! 

Nosso PEIXE pegou uma pedreira nesse final de semana e isso porque o Bragantino jogou futebol. Marcaram muito bem o Neymar e ainda foram pra cima do Santos, fizeram boas jogadas e um golaço. Com certeza, o jogo mais difícil até o momento.

O Bragantino saiu na frente e o jogo foi para o intervalo com o Santos atrás no placar. André não marcou novamente e confesso que já está me irritando, mas entendo o lado do Muricy. Ele não pode simplesmente tirar o cara e acabar de queimá-lo. Tem que dar chance mesmo, resta saber se essas chances serão aproveitadas. No segundo tempo, Montillo deu um passe magistral para o Cícero, que marcou o seu segundo gol com a camisa do PEIXE. Dois reforços que chegaram e estão dando muito certo!

Pra todos nós morrermos do coração, o Bragantino virou novamente o placar, marcando o segundo gol. Um golaço, diga-se de passagem. Mas um de nossos argentinos, o Miralles, que tem entrado muito bem nos jogos, sofreu pênalti e a nossa joia marcou quase no final do jogo, empatando a partida e garantindo a invencibilidade do Glorioso!

Foto: Miguel Schincariol - Agência Lance

Ontem, mais um jogo difícil fora de casa, mas dessa vez, conseguimos sair com a vitória. Uma vitória magra com outro golaço do Cícero, que já caiu nas graças da torcida! 

O jogo foi marcado por algumas polêmicas, um árbitro muito fraco e um técnico adversário que, definitivamente, não sabe o seu papel. Aliás, quem é Roberto Fonseca? Como ele pôde reclamar diretamente com o Neymar durante o jogo e o como o juiz deixou isso pra lá, sem tomar nenhuma atitude?? Enfim, como até esse momento, não existem provas de nada que foi dito, melhor abafar o caso. O fato é que esse técnico não tem o direito de se dirigir ao jogador adversário! Nenhum direito de reclamar, xingar ou falar qualquer coisa na hora do jogo! Um completo absurdo que não pode ter a conivência do árbitro.

A polêmica ficou para trás e o que ficou presente mesmo foi a nossa vitória! Continuamos na liderança de forma invicta e é isso que importa.

Esse final de semana tem clássico, o famoso San-São! Confesso que o Ganso ainda me incomoda, por tudo o que ele fez, por ter sido mercenário, mas estou bem satisfeita com a contratação do Montillo para assumir a nossa camisa 10, afinal de contas, precisamos de alguém com raça e habilidade, que honre a camisa que foi do nosso Rei, e isso, ele está fazendo muito bem!

Vamos esperar por um grande jogo e torcer muito pelo nosso PEIXE!

VAI PRA CIMA DELES, SANTOS!!!