segunda-feira, 18 de janeiro de 2010

ANO NOVO, SISTEMA NOVO!


E o futebol 2010 começou de vez nesse final de semana. O TRICOLOR entrou em campo ontem, dia 17 de janeiro, às 17h, para começar um ano de mudanças e novidades. Prá começar, a grande mudança imposta pelo técnico foi o sistema. De 352 para 442.

O time veio a campo com a camisa sem patrocínio, no sistema novo e com algumas mudanças no time. Leo Lima e Marcelinho Paraíba entraram como titulares e não decepcionaram. Gostei do que vi dos dois. Leo Lima bem posicionado e Marcelinho Paraíba de volta a Casa, com um toque de bola que faz tempo não se via no meio de campo do São Paulo. A bola chegava redonda para Washington. E por falar nele, juro que estou de coração aberto para este ano, mas não dá. A bola se perde na canela dele e não tem jeito. Ano passado a reclamação era que a bola não chegava, agora, quero ver qual ser a desculpa, Sr. Cardíaco.

Ainda assim, o TRICOLOR terminou o primeiro tempo com uma boa apresentação e na frente no placar, com um belo chute de fora da área de Marcelinho Paraíba. O bom filho a casa torna. Bem-vindo!

O segundo tempo parecia que era outro time em campo. Os laterais não tinha forças para correr. É claro e óbvio que precisamos de 2 laterais de oficio. Jean caiu bem por um tempo, na direita, mas não é sua posição. Jorge Wagner rende mais no meio, é nítido que não consegue ir bem na esquerda. A zaga, formada pelos 2 melhores zagueiros de 2009, se perdeu no novo sistema e demonstraram muita instabilidade.

Ano novo e deficiências e problemas de ano velho. Seu Dagoberto que o diga. Aprontou mais uma das suas, fui expulso de forma infantil e saiu vaiado e chamado de burro. Não dá. Primeiro jogo do ano, primeira apresentação em casa e o jogador peca pelos mesmos erros do passado. Precisa ser punido internamente para acalmar os ânimos. Ou a vaga é de Fernandinho, com certeza.

Final: 3x1. Com direito a erro de penalti do capitão (que tem crédito até para perder 2345 pênaltis); com direito a Hernanes perdendo o gol mais feito, depois da batida de penalti do Ceni; com direito a um penalti infantil de Richarlyson (que não tem a confiança da torcida e joga na pressão dos chamados "torcedores organizados") e com direito a André Dias e Miranda assustados com o ataque da Lusa.

De resto nenhuma novidade. Hernanes ainda achava que tava treinando e, apesar de ser craque e de ter feito muito pelo São Paulo nos últimos anos, precisa melhorar. E muito. Gostei da entrada de Marlos. Entrou numa fria e mostrou vontade e futebol. Faz tempo que eu acho que merecia mais chances no time titular.

Enfim. É claro que é começo de ano. Muita coisa nova. Jogadores ainda sem entrosamento. Outros ainda para estrear. Mas eu acho que de certa forma é bom para mostrar algumas coisas ao elenco, técnico e, principalmente à diretoria. Primeiro: se Ricardo Gomes quer o 442, vai ter que treinar muito. Se não, é melhor voltar ao sistema que estamos acostumados. Nosso ataque não faz, mas nossa defesa não deixa a bola entrar. Desorganizado assim, a Libertadores vai ficar difícil. Segundo: se o elenco quer a Libertadores 2010, vai precisar se concentrar mais. Vai precisar ter mais cabeça fria, mas tranquilidade, menos ansiedade e muito mais concentração. Terceiro e principal: A diretoria, ou melhor, Sr. Juvenal Juvêncio, vai ter que abrir o bolso prá trazer Cicinho. E precisamos de um cara forte para ajudar a zaga. Se não, vai ser gol atrás de gol.

O ano começou. Alguns problemas persistem. Mas a mudança pelo menos começou. É só o primeiro jogo. Bora para mais um ano de emoção.

Saudações Tricolores !!!

Por Tânia Barbato

2 comentários:

Kalam Azad disse...

É Tania, sempre que tentamos alterar o esquema com esse elenco a coisa não funciona. No primeiro tempo até surpreendemos afinal o São Paulo estava diferente, mas logo que o Benazzi entendeu como marcar, não conseguimos sair da marcação, normal para um esquema novo.
Dagol precisa sim de uns tapas pq ta complicado.....Já a atitude daquela torcida que se diz São Paulina no coments, são uns BABACAS, alias quem é sócio dessas organizações(todas elas) criminosas nada mais é que cumplice dessa vergonha, além de financiar a guerra nos estádios.

Débora disse...

Bom, bom, bom! Mto bom! rs

O ano começa e a gente tenta, apoia, incentiva, mais tá osso.
Tava achando que agora o Washington ia fazer gol, que ele ia receber akela bola redondinha do Marcelinho e do Léo Lima e colocar todas pra dentro....DOCE ILUSÃO. Além de não conseguir dominar ele ainda perdeu o gol mais sensacional do jogo (aliás, lembrou um dos gols que ele perdeu contra o vitória ano passado).

O Esquema 442 pode funcionar sim. Acho que o que falta é mesmo o lateral direito pra recompor. O JW de lateral não é lá essas coisas, mais pode dar certo.

O jean de lateral direito definitivamente não dá! Ele é um ótimo volante, não serve para cruzar...Ele poderia fazer a função do Richarlyson, de cão de guarda para recompor a marcação.

Não tenho absolutamente nada contra o Ricky, acho ele um ótimo jogador. Mais essa função não é a cara dele. Ele acaba aceleerando demais e fazendo mtas faltas...assim vai fazer igual no ano passado, mtos amarelos e vermelhos.

Sobre as organizadas: nem todos das organizadas são bandidos, mais todo bandido é de organizada.

Dagol: cresce menino, vira gente. Só assim vc vai se manter titular. Caso não aprenda, Fernandinho tá aí do lado....

As substituições foram boas. Acho que faltou gás tbem depois dos 30 minutos de jogo (com um a menos, né?). No geral não foi uma apresentação desastrosa, mais poderia ter sido melhor.