quinta-feira, 21 de janeiro de 2010

SAÍMOS NO LUCRO !!!

Segunda rodada do campeonato paulista já foi. O SÃO PAULO foi a Mirassol enfrentar o time de mesmo nome e voltou com um empate prá casa. O que vimos em campo foi um time novo para o torcedor tricolor. Uma mistura de novatos da categoria de base, com alguns que já estiveram no time titular por algum tempo e com estreantes recém contratados.

Algumas análises rápidas do que eu vi. Marlos teve bons lances individuais e fez o que pode, já que estava muito bem marcado. Mazola prendia demais a bola. Seria mais eficiente se jogasse para o grupo. Carlinhos Paraíba me decepcionou, errou passes, pouco domínio de bola e não ajudava na marcação no ataque do Mirassol. A zaga não comprometeu, mas está muito longe de ser a titular. André Luis foi bem, mas Renato Silva, foi bizarro, como foi, aliás, em todos os jogos de 2009 que atuou. O lateral David foi muito mal, estava assustando e perdido em campo. Na minha opinião, o técnico devia ter entrado com Adrian Gonzáles, jogador da posição. Richarlyson também estava improvisado na esquerda e não atuava bem. Enfim, um time muito diferente, com grandes dificuldades, sem objetividade e com muitas peças improvisadas e desnecessárias.
O primeiro tempo foi todo do Mirassol. Primeiro pelo belo gol em jogada ensaiada depois do escanteio. Gol sem defesa para Bosco e 1x0 para o time do interior. Segundo pela forte marcação imposta ao time TRICOLOR. O São Paulo estava muito bem marcado, não conseguia fazer a bola chegar no ataque e como conclusão, nenhum chute a gol no primeiro tempo.

No segundo, Ricardo Gomes colocou Junior Cesar na esquerda, tirou Wellington de campo e voltou Richarlyson para sua posição de origem: volante. E eu me pergunto: por que não fez isso desde o começo? Entraram no time também Sergio Mota e Henrique. O time jogou um pouco melhor, foi mais ofensivo, chegou a área do Mirassol, mas mesmo assim as finalizações não eram boas.

Somente aos 45 minutos, Richarlyson salvou a pátria. Depois de uma linda jogada individual, empatou o jogo em um chute forte e certeiro. Foi o Richarlyson, viu, torcida organizada (que eu me recuso a falar o nome). Foi o mesmo que vocês hostilizaram tanto no último domingo no Morumbi. Deveriam ter vergonha de comemorar um gol dele. Algumas pessoas criticaram a entrevista que ele deu aos microfones da Band, ainda em campo: “Jogo primeiro para o Juvenal, depois para Ricardo Gomes e depois prá mim”, sem citar a torcida. E ele está certo. Apesar de não poder generalizar, afinal não é todo torcedor são paulino que o critica, a torcida às vezes não merece o time que tem.

Resumo da ópera, pelo que o São Paulo jogou, saímos no lucro. Voltar prá casa com o empate está de bom tamanho!

Para a próxima rodada, sábado, contra o Rio Claro, Ricardo Gomes disse que volta com o time titular. Veremos o que acontecerá. Mas fica aqui minha dúvida: Será que jogar todos os jogos não seria o melhor treino e a melhor maneira de estar 100% de sua forma física para a Libertadores? Aguardemos!

Saudações TRICOLORES !!!

Por Tânia Barbato

5 comentários:

Débora disse...

Nem tem o que comentar...
Aliás, só dizer que o Ricky continua jogando como sempre: com vontade, raça e entrega.
E aquela torcida que não merece ter o nome dito nãodevia mesmo comemorar gol dele.

Vamo TRIcolor!

Rey disse...

Realmente essa Facção tem que ser Extinta.
E o pior é ver muitos indo no embalo desse imbecis, ontem no Twitter a Tag #Richarlison entrou no Trending Topics International isso é pra poucos, pena que não foi por um bom motivo, foi comparado ao Chucky Noris Facts, "piada isso".

Ótima sorte pra nós tricolores nos proximos jogos.
E Só pra lembrar ontem tivemos uma tarde boa com os meninos na Copinha 2x1 no Cruzeiro.

Avante Tricolor

Lugar de mulher é no estádio disse...

Boa, Rey.
Estamos esquecendo da Copinha. Os meninos estão indo bem. Amanhã tem mais. É dia de torcer.
beijo beijo beijo

Anônimo disse...

esse cara já deu o que tinha que dar, está virando marketing negativo pro São Paulo, vazaaaaaa....

Lugar de mulher é no estádio disse...

Prá mim interessa o que ele faz em campo. Se honra a camisa do time que eu torço, se joga prá ganhar e se dedica. O que ele faz o deixa de fazer fora de campo, é particular. Não me interessa e não deveria incomodar tanto a torcida!