sexta-feira, 6 de agosto de 2010

CARTA AO CAPITÃO

Caro CAPITÃO

Ontem, depois do término do jogo, não pude acompanhar seus últimos instantes em campo. Desabei, sentada na arquibancada, a chorar e nada mais na minha frente era visto. Aliás, não lembro sequer os últimos lances do jogo. E não é porque não acreditava, não, viu. Era porque estava adormecida, olhando pro céu e rezando para que aquela situação mudasse nos últimos segundos. Por causa disso, não pude ver sua manifestação mais simples de amor ao que faz e à camisa que veste: o choro.

Alguns torcedores de outros times vão usar isso como piada, como chacota. Mas, sabe Capitão, não liga, não. É inveja. Inveja pura misturada com a vontade de ter, representando seu time, um cara como você. Um cara que, depois da derrota, não veste sua roupa e vai prá balada, como se nada tivesse acontecido. Um cara que recebe, sim, muito bem pelo que faz, mas que acima de tudo AMA, honra e acredita no time que defende. Um cara que, vai martelar cada lance do jogo, tentando descobrir o que poderia ter feito de melhor para ajudar seu time de coração a estar em mais uma final de Libertadores.


A gente, por ter uma identificação tremenda com você, às vezes se sente meio parente, sabe. Meio parte do círculo de amizade. Você é tão torcedor quanto a gente. Tão apaixonado por essa camisa quanto eu, meus amigos e os mais de 45 mil são paulinos que estavam lá.

Hoje, Capitão, a gente tá um pouco magoado. Um pouco descrente do futebol, um pouco triste com o que vem acontecendo com o São Paulo. Jurei, quando acordei ainda com os olhos inchados, que torceria menos por esse time, que gostaria menos de futebol, que não deixaria derrotas abalarem mais meu dia. Acho que isso vai passar, mas, agora, dói demais. E tenho certeza que dói prá você também.

Mas, você não pode parar. Deve ser mais difícil ainda levantar hoje e ir ao CT. Ou ler as notícias no jornal e ver sua foto estampada nos jornais, como um simples mortal. Que sofre, que chora, que acredita ao máximo e, por isso, nunca espera um revés na vida profissional. Infelizmente, eles existem. Tenho certeza que é só mais um. Só mais uma pedra que você usará para construir ainda mais caminhos brilhantes na carreira.

Ontem, foi, sem dúvida, um dos dias mais tristes da minha "vida de torcedora". Foi a eliminação mais doída das que presenciei em Libertadores. Mais do que em 94, com o erro de penalti do Palhinha e mais do contra o Fluminense, em 2008, com um gol no finalzinho da partida. E, saber que ainda tem alguém no futebol brasileiro (e até mundial) que sofre como nós, que sente a derrota como nós, meros e simples torcedores, nos faz acreditar que nada está perdido.

Por isso, Capitão, sinta-se abraçado por mim e por todos os são paulinos espalhados por este Brasil. Você é O CARA. Sempre será. Quem sou eu para te dar uma palavra de consolo. Quem sou eu para me atrever a querer te abraçar e dizer que tudo vai ficar bem. Não o conheço bem, fomos apresentados uma vez no CT, quando eu toda nervosa levei seu livro para autografar e você até me perguntou como eu tinha comprádo se ainda não estava a venda. Mas, de resto, não temos qualquer vínculo. Talvez, você já tenha amigos e família suficiente para te confortar. Mas, se fossêmos próximos, hoje, você teria o meu melhor abraço.

Até hoje pode ter sido o dia mais triste da minha vida. Mas, no dia em que você parar de jogar, aí sim, será o dia mais triste na vida de qualquer torcedor TRICOLOR. Então, Capitão, acredite, continue brigando por esse time, continue defendendo nossas cores, chorando quando perder e abrindo aquele sorriso quando ganhar.

Hoje, descanse. Abrace sua esposa, curta suas filhas. Elas serão o consolo. E amanhã, volte a brilhar no Morumba. É a sua missão, é a sua sina, é o seu destino.

E que bom que tive a oportunidade de presenciar esse destino. Obrigada, Capitão! Força e VAMOS TRICOLOR !!!!







10 comentários:

thatynha disse...

O POST MAIS LINDO Q VC JA FEZ RAPUNZEL...TBM CHOREI PELA DOR...DE VER TDO ACABAR ASSIM...MAS EH A VIDA...E BOLA PRA FRENTE...TEMOS MTAS CONQUISTAS Q OUTROS GRANDES TIMES NAO TEM...
MAS A VIDA EH ASSIM, ALGUÉM TEM Q PERDER PRO OUTRO GANHAR...
MAS QDO EH AMOR ELE FICA..E PERDENDO OU GANHANDO SOU SAO PAULO SEMPRE.
PARABÉNS PELO TEXTO.

BJUS
THATYNHA

Pi(nga) disse...

Nossa Tania, que post incrivel, me arrepiou e me emocionou.
Ontem nosso capitao mostrou mais uma vez que luta pelo nosso time como nenhum outro. Como voce bem disse, ele é um apaixonado, assim como nós.
Ontem o jogo foi muito bom e mostrou o SaoPaulo que eu gosto de ver, com raça!!! Infelizmente dessa vez nao deu, estamos todos tristes e abatidos.
Eu sou muito feliz de torcer para o SaoPaulo, por ter um capitao como o Ceni. Confesso que ja o critiquei, que ja pedi sua aposentadoria em um momento de raiva e descrença, mas como repetir esse pedido depois do que vi ontem???
Saudaçoes tricolores, sempre. Porque eu te amo, tricolor!!!!

Anônimo disse...

Tania! Sensacional! É isso aí. Ele é o CARA. Ele é o único ontem que merecia ganhar... Ele é o único que queria de verdade... Ele é o único que nos fez acreditar que era possível... Tô com ele sempre! Ontem, não deu certo. Mas ainda há muito futebol, ainda há muita história pela frente... Graças a Deus sou tricolor! É o meu time de coração! Ele ganhando, ele perdendo, será pra sempre o CAMPEÃO!

Helena P. Leitão

Anônimo disse...

Tania! Sensacional! É isso aí. Ele é o CARA. Ele é o único ontem que merecia ganhar... Ele é o único que queria de verdade... Ele é o único que nos fez acreditar que era possível... Tô com ele sempre! Ontem, não deu certo. Mas ainda há muito futebol, ainda há muita história pela frente... Graças a Deus sou tricolor! É o meu time de coração! Ele ganhando, ele perdendo, será pra sempre o CAMPEÃO!

Helena P. Leitão

Débora disse...

Tânia, mais uma vez um post que emociona a todos...

Eu não ia desabar, prometi pra mim mesma que não iria chorar.

Mas ao ver a cena dele, na tv do celular, chorando daquele jeito, não aguentei. Realmente, pior do que 94 e 2008.

Ainda bem mesmo que tivemos a oportunidade de presenciar a carreira dele. A cara do SPFC é ele! Não existe na história do clube alguém que signifique tanto quanto ele!
Raça, vontade, amor à camisa.
Só RC salva!

Precisamos reagir.

Algo de errado não está certo no NOSSO TRIcolor!

Anônimo disse...

Empatamos hein Tânia ? Se o q eu escrevi ontem te emocionou vc acabar de pagar na mesma moeda...Emocionante demais...

Falar o q desse camisa 01...Nada a falar...Ele é São Paulo...Pronto...Ele sente o q eu , vc, os tricolores de verdade sentem...Sem mais...

Cesar

Anônimo disse...

Obrigada por poder representar tao bem o sentimento, o meu e o de milhares de Sao Paulinos ... doi tanto q simplesmente nao tenho palavras ... eu to parecendo um cachorro q perdeu o caminho de casa, olhando pras pessoas pra ver se reconheco alguem ... ta foda Tania.. ta foda

Suzi Yun

mjoelma disse...

Tania, assim como você desde ontem, saindo do Morumbi, já pensei, não vale a pena torcer tanto, cantar tanto, acreditar tanto. Mas o paradoxo é esse mesmo, é essa amoção que contagia qdo o Capitão chora e a gente pensa, "por ele, pelo esforço dele e pelo São Paulo vale".
Tá doendo agora, mas vai passar. Bjs

Anônimo disse...

Mas que linda mensagem!
Ontem foi um dia de tristeza mas hj percebo o qto amo nosso time e nossos idolos. O futebol é assim e as coisas nem sempre acontecem como deviam, o que fica é a história e o momento.

Anônimo disse...

Tania

Sou são Paulino ha mais de 40 anos e hj me enchi de orgulho ao ver que existem outros torcedores que amam o SPFC como eu.
Parabens pelo post, e nao desanime, voltaremos por cima em breve, e aqueles que nos zuam hj, continuarão a ser time sem libertadores.
Beijos