segunda-feira, 28 de fevereiro de 2011

NO MORUMBI NÃO + DESABAFO !!!!

A invencibilidade no Morumbi permanece. São 9 anos sem perder para o Palmeiras. E o meu São Paulo garantiu mais uma. Uma pena que tenha sido um empate. No primeiro tempo, o TRICOLOR tinha tudo para abrir uma vantagem maior no placar.

Bom, mas a história desse jogo começa bem antes do juiz apitar. Trânsito prá chegar ao Morumbi, por conta das ciclovias que terminam na USP; uma chuva monstruosa que alagou a cidade; o sistema de drenagem do Morumbi, que demorou um pouco mas deu conta da quantidade de água que caiu sobre o campo; atraso de mais de 1h para o início do jogo e falta de energia no meio do primeiro tempo....isso sem falar do jogo em si. Palmeiras reclamando da chuva e se recusando a jogar. São Paulo perfilado para o hino nacional e os palmeirenses de camisa de treino ainda aquecendo em campo. Mimimi - parte 1.

O São Paulo dominava a partida no primeiro tempo. Lucas, Dagol e Fernandinho infernizaram a defesa do palmeirense, mas erraram muito na hora da conclusão. Aos 25 do segundo tempo, Fernandinho abriu o placar. A luz se apagou quando o time ainda comemorava e o Palmeiras teve a coragem de reclamar ao juiz que a luz acabou antes do gol e que ele deveria ser anulado. Papelão bem feio !!! Mimimi - parte 2.


Mas o pior viria na segunda parte do jogo. Alex Silva, de forma infantil e amadora, foi expulso aos 10 minutos do segundo tempo. Claro que não mancha a carreira vitoriosa no São Paulo e nem perde a admiração que o torcedor são paulino tem por ele, mas que ele prejudicou o jogo e o time, isso não há dúvidas.

Claro que o Palmeiras poderia empatar mesmo com 11 contra 11. Futebol é imprevisível. Mas acho que seria mais dificil o caminho do time alvi-verde, se Alex Silva permancesse em campo. E os palmeirenses, por mais que estejam negando por aí, sabem disso. A saída dele prejudicou futuras substituições de Carpegiani e o ritmo de jogo do São Paulo. Uma pena! Ele já pediu desculpas, sabe que fez coisa errada e que poderia prejudicar ainda mais, se o Palmeiras fosse um time um pouco melhor. Com um a mais, o Palmeiras foi prá cima, mas de forma bem modesta. Prá se ter uma idéia, o melhor lance do segundo tempo foi a FILA que Miranda fez no ataque, com direito a drible de dois jogadores do Palmeiras ao mesmo tempo. A muralha Rogério Ceni fez tudo o que pode para impedir o empate, que infelizmente aconteceu.

A arbitragem é uma coisa difícil de se analisar. A expulsão de Alex Silva, eu repito, achei interpretativa e até justa, sem problemas. O penalti pedido pelos jogadores TRICOLORES quase no final do jogo não existiu. Mas acho que o juiz não usou os mesmos critérios para ambos os times. Valdivia poderia, sim, tomar um cartão amarelo pelo pisão em Carlinhos Paraíba, sem falar na cabeçada em Miranda. E Kleber, como sempre usando o cotovelo na zaga, também poderia ser punido e talvez expulso, já que já tinha um cartão. Faltou critério. Só isso !!!

E, copiando um parágrafo da análise do jogo de Daniel Perrone (Globoesporte.com): "Nem falo que os róseos são fregueses. Isso é coisa de clube que não tem nem o que comemorar. Nós temos títulos grandes a conquistar. Freguesia um dia acaba ou vai para o outro lado, os títulos (o que realmente importa) ficam para sempre. Esse é o segredo."

Tabu mantindo no Morumbi. E a quarta posição na tabela geral para o São Paulo. Bora, TRICOLOR !!! Essa semana tem mais !!!!

DESABAFO !!!


E pro final do post, uma desabafo de uma mulher que frequenta estádios. Sabemos que é um espaço masculino e brigamos muito pela igualdade da mulherada, mostrando que entendemos e gostamos de futebol, mesmo, e que não vamos lá para falar das coxas, da beleza dos jogadores ou para se comportar como "marias chuteiras". Mas é uma pena que algumas garotas passem dos limites e desfilam pelo estádio de shorts curto, calcinha aparecendo e top branco, molhado da chuva. Isso só faz com que o respeito por nós mulheres dentro dos estádios só diminua, apesar de eu, e as meninas que convivem comigo no Morumbi, ainda estarmos mais interessadas no jogo do que em aparecer. Cada um, claro, tem o direito de se comportar da maneira que achar conveniente. Mas que beira o ridículo, isso beira. Uma melancia pendurada ou um chapéu de Carmem Miranda, talvez aparecesse mais. Para sermos respeitadas, temos que nos dar ao respeito !!!







Um comentário:

Kalam Azad disse...

Concordo em numero,genero e grau...principalmente com o final do post...por isso vocês mulheres que frequantem o estádio conosco são tão respeitadas e queridas, pois, vocês sabem onde estão e se dão ao respeito...beijo Tân
acompanhe o meu post também Tân...